Começa a temporada de revoada de cupins

Começa a temporada de revoada de cupins

Apesar de ainda estarmos no período de inverno, que se encerra oficialmente em 21/09, a temperatura nos últimos dias já faz lembrar a primavera e o verão. E essa mudança climática é a explicação para a chegada das revoadas de cupins, aquele bichinho de asas que fica em volta das lâmpadas e também é conhecido pelos nomes de “aleluia” e “siriri”.

Os cupins de asas são os insetos em época reprodutiva que enxameiam em busca de novos pares para formação de casais reais e criação de novos ninhos. Esse enxame ocorre tanto para cupins de madeira seca como para cupins subterrâneos. Este último é da espécie Coptotermes SP , formada pelos insetos que se adaptaram às estruturas urbanas e se deslocam facilmente por espaços ocos de prédios, como lajes e fendas nas edificações.

cupins_com_asas Começa a temporada de revoada de cupins Descupinização Dicas Notícias Prevenções

As revoadas de cupins são comuns nas estações mais quentes, quando a umidade do ar é elevada e as condições climáticas mais propícias para a reprodução. No fim de agosto, com a proximidade da primavera, já podemos ver as primeiras nuvens de insetos ao redor das lâmpadas dos postes e em árvores. E aí todo o cuidado é pouco, pois esse é um sinal de que o ninho está próximo. “As revoadas são formadas pelos machos e fêmeas reprodutores. Eles deixam seus respectivos ninhos em busca de um companheiro para iniciar uma nova colônia. Geralmente, na primavera e verão (épocas úmidas) milhares de reprodutores se preparam para a revoada. Os insetos com asas são enviados a compartimentos subterrâneos do cupinzeiro e a saída é fechada por centenas de operários, o que provoca uma compressão dentro das câmaras de espera. Há um momento em que os reprodutores presos produzem intensa vibração com as asas, provocando calor; os operários então abrem a saída e milhares de casais saem em revoada numa gigantesca e efêmera nuvem de insetos” explica a bióloga Karlla Patrícia em seu blog.

Apesar do grande volume de insetos nessa época, a revoada é o melhor período para prevenção e combate aos cupins, já que possibilita a localização do ninho já formado e o combate às pragas antes que elas saiam em busca de parceiros para reprodução e formação de novas colônias.

Biólogos especialistas em insetos recomendam que a prevenção comece pela contratação de uma empresa especializada, que fará a inspeção do local para verificar se há infestação. Focos detectados em trincas no chão ou na parede são combatidos por barreiras químicas, que impedem a entrada dos insetos e a criação da colônia. Para fazer esse procedimento com segurança e eficiência a escolha de uma empresa séria é fundamental, já que os produtos utilizados devem ser registrados no Ministério da Saúde para não causarem danos às pessoas que convivem no ambiente.

Se você tem dúvidas sobre esse assunto ou deseja contratar uma inspeção em sua residência ou empresa para prevenir as infestações de cupins entre em contato conosco.

Deixe seu comentário

9 + 1 =