ARANHAS, ONDE ESTÃO E COMO COMBATÊ-LAS

Inicialmente, as dores da picada podem não ser sentidas e começarem a aparecer só dentro de algumas horas. O que contribui para o agravamento do quadro da vítima, pela demora da procura por um atendimento hospitalar. Como sintomas, o local pode apresentar bolhas, inchaço, aumento de temperatura, queimação e lesões hemorrágicas. categorias do blog

CURIOSIDADES:

No mundo, existem aproximadamente cerca de 40 mil espécies de aranhas. Algumas inofensivas, outras peçonhentas e todas com diferentes hábitos e habitats. Neste post, você vai aprender um pouco mais sobre esses bichinhos e os cuidados que deve tomar no seu lar.

As aranhas, são artrópodes da classe Arachnida são famosas pelo veneno que inocula nas vítimas, que pode causar necrose e até mesmo morte. E pavor na maioria das pessoas. Porém, não se engane, nem todas são venenosas, mas, mesmo assim é melhor não arriscar. Existem diversos casos de acidentes com o artrópode, porém em sua maioria não graves, justamente pelo fato de existirem diversas espécies inofensivas.

Dos mais de 3.000 gêneros descritos, apenas 06 deles são importantes por causar sérios riscos à saúde humana. Todas as espécies possuem um par de quelíceras (presas) e a grande maioria possui glândulas de veneno.

Aranha Marrom 

As aranhas mais comuns em residências, são as Loxosceles, popularmente conhecida como Aranha Marrom. Elas têm cerca de 3 a 4 cm e coloração castanha, possuem hábitos noturnos e aparecem muito durante o verão. Seu veneno, é extremamente tóxico ao organismo humano. Elas gostam de ambientes escuros, quentes, secos e sossegados. Nas cidades, esse gênero de aranha procura os melhores lugares para fazer o seu ninho, como: buracos, frestas, copa de árvores, atrás dos móveis, madeiras, materiais de construção e entulhos.

Sintomas da picada da Aranha Marrom

A picada dificilmente é percebida e pode até ser ignorada. Porém, o veneno da Aranha Marrom causa necrose podendo se estender conforme local picado podendo haver inclusive, ulcerações. Devido a semelhança com outras doenças, o diagnóstico torna-se mais dificultado.

O que fazer para tratar

  • Lavar o local com água corrente;
  • Compressas de água quente para aliviar a dor;
  • Elevar o local da picada;
  • Procurar uma unidade de saúde mais próxima urgentemente;
  • Identificar o tipo de aranha se possível, para que os médicos saibam como tratar e diagnosticar o caso.

O que fazer para evitar a presença delas em casa?

Organização e limpeza de nossa casa interna e externamente (inclusive com poda constante de vegetações) é fator fundamental no controle dessas aranhas. O controle químico deve ser adotado de forma técnica e em conjunto com essas medidas de manipulação ambiental. Como medidas de prevenção, citamos abaixo algumas que podem ser realizadas facilmente:

  • Deixar os jardins e quintais limpos, cuidados e livre de entulhos (lixo, folhas, materiais de construção e madeiras);
  • Limpar os terrenos baldios vizinhos também é necessário. Pois mesmo com todo o cuidado que você tenha no seu lar, pode haver deslocamento de áreas circunvizinhas.
  • A limpeza na parte de fundos de móveis deve ser constante e minuciosa.
  • Roupas de cama e de vestir assim como calçados, devem ser inspecionados antes de serem utilizados.
  • Frestas e demais acessos devem ser devidamente fechados.

E em casos de infestações ou, para garantir de que as aranhas e outros animaizinhos não irão perturbar a saúde e o conforto da sua família, conte com a dedetização da Insetan. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos serviços.
Problemas com aranhas ? Clique aqui e fale conosco.

AS CHUVAS E A PROLIFERAÇÃO DE PRAGAS URBANAS

O calor e as chuvas formam um cenário bastante favorável para o surgimento das mais diversas pragas urbanas. Ratos, baratas, formigas, mosquitos, moscas, aranhas e até escorpiões podem aparecer nesta época do ano, quando as inundações atingem seus esconderijos e eles precisam sair em busca de alimento e abrigo para se restabelecerem. Eles podem ser atraídos por detritos diversos (lixo, resíduos e outros) que acabam se acumulando nos cantos internos e externos dos ambientes. Por isso, é importante atentar aos hábitos simples que podemos praticar para amenizar os efeitos das proliferações e evitar ao máximo, as chances de infestações.

As lixeiras devem sempre estar fechadas, tanto as que ficam no interior quanto as que são instaladas no exterior das edificações. Importante lembrar que não se deve deixar lixo acumulado por mais de 48h, uma vez que os resíduos pode atrair as pragas. Nas áreas externas como jardins e áreas de convivência, as lixeiras devem ser mais altas, pois os animais podem rompê-las e espalhar o conteúdo atraindo ainda mais pragas.

Também é importante tomar cuidado com as pias. Por incrível que pareça, lavar a louça também ajuda a manter as pragas longe de casa. Evite jogar resíduos sólidos no interior de pias e ralos. Lembre-se: se sua casa já está infestada, confie a eliminação destas pragas a uma dedetizadora. A Insetan, empresa de dedetização certificada pela ISO 9001:2015, conta com uma equipe qualificada, produtos licenciados pelo Ministério da Saúde e um serviço de eliminação de pragas comprovadamente eficaz. Clique aqui e faça um orçamento.

POR QUE É IMPORTANTE FAZER A DEDETIZAÇÃO ANTES DOS INSETOS APARECEREM?

ANTES QUE O PROBLEMA APAREÇA FAÇA UMA DEDETIZAÇÃO.

Já ouviu a expressão: é melhor prevenir do que remediar? Então, isto também se aplica a dedetização da sua empresa ou residência. Toda mudança de estação traz consigo uma ocorrência diferente, principalmente as estações mais quentes do ano.

Porém é possível evitar as pragas antes mesmo que elas apareçam e assim, garantir a comodidade e higienização desses locais.

Mas por que é importante fazer uma dedetização antes das pragas aparecerem?

Ambientes em que há convívio e trânsito de pessoas, assim como manuseio de alimentos; frequentemente são os mais atrativos para as pragas, importantes disseminadoras de microrganismos (vírus, fungos, bactérias, protozoários) causadores de enfermidades. Além disso devemos atentar para as pragas que podem causar importantes prejuízos econômicos danificando matérias primas, móveis e estruturas.

O processo de dedetização é importante para controlar e prevenir o aparecimento e reprodução de pragas no ambiente. Por isso deve ser renovado a cada 03 meses para um efeito esteja ativo no ambiente por todo o tempo.

Cada ambiente deve ser tratado de forma diferente e individual; pois as particularidades tem uma exigência diferente de dedetização pois lida com diferentes tipos de negócio ou quantidade de pessoas. Para empresas e condomínios o ideal é um contrato anual com as manutenções já agendadas, mas para as residências isto também pode ser feito, ou, a contratação de pacotes de serviços regularmente.

Tenha sempre o nosso contato em mãos. Em casos de urgência ou para se prevenir de infestações por pragas  conte com a Insetan.

COMO ACABAR COM AS BARATAS, DESCUBRA TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

Elas são pequenas, tem uma carapaça resistente, gostam de lugares escuros e úmidos  e se alimentam de tudo o que está na sua frente. Sim, estamos falando das baratas, um dos insetos que mais causam repulsa na maioria das pessoas. Todo lugar onde há convívio humano e comida, elas estão lá, marcando presença tanto em empresas quanto residências.

Mas o que atrai as baratas numa casa?

Separamos alguns fatores que mais contribuem para que elas venham e façam a festa. Veja a seguir:

Falta de organização é muito atrativo para as baratas, então além de limpo deixe o local organizado;

Entulhos costumam chamar não só baratas mas também ratos, escorpiões e outras pragas que são atraídas pelos por fatores ambientais e alimentares;

Cada espécie possui uma preferência de hábitat que varia desde a rede hidráulica até motores de equipamentos elétricos;

Resíduos alimentares, por menor que sejam, são excelentes atrativos para esses insetos.

Com essas informações fica muito mais fácil combater esses insetos que trazem doenças e desconforto para o nosso lar. Mas caso haja uma infestação dessas pragas é necessário uma ação mais eficaz, ou seja, um Controle Técnico, Profissional e Eficiente de Baratas.

Para isso, conte com a Insetan. Clique aqui e volte a ter o conforto na sua casa.

EVITE O Aedes aegypti

Evitar o Aedes aegypti, popularmente conhecido como mosquito da dengue, é uma missão para o ano todo. O mosquito é responsável por transmitir várias outras doenças além da dengue, como chikungunya, febre amarela e o vírus zika. E, se durante as estações frias já é preciso estar alerta, durante o verão é necessário redobrar os cuidados para combatê-lo.

As estações quentes são o momento de maior proliferação desses insetos, já que o calor aumenta o metabolismo dos mosquitos e as fortes chuvas geram poças e acúmulos d’água onde eles se reproduzem. Para evitar o Aedes aegypti alguns cuidados básicos podem ser tomados.

– Utilize telas de proteção nas portas e janelas para impedir que eles entrem
– Manter caixas e tonéis de água bem tampados
– Não deixar água acumulada em poças, vasilhas, pneus e vasos de plantas
– Colocar areia nos vasos de planta para que a água não se acumule
– Jogar no lixo todo objeto que possa acúmular agua, como garrafas, latas e copos vazios
– Manter o saco de lixo bem fechado e descartá-lo no local correto
– Caso haja água acumulada atrás da máquina de lavar roupas, retire-a
– Realizar manutenções nas áreas de piscina e limpar ralos e tanques que armazenam água
– Limpar com escova e sabão os potes de água dos animais
– Contratar uma empresa especializada em dedetização para aplicar produtos específicos contra os mosquitos

REPELENTES NATURAIS CONTRA OS INSETOS

Se você acompanha o blog da Insetan já deve saber que o verão é a época favorita para a procriação dos insetos  e, por isso, os cuidados contra as pragas devem ser intensificados . Repelentes naturais contra os insetos são uma alternativa acessível para essa época e te ajudam a se proteger enquanto a dedetização não é realizada.

Diversas receitas com plantas, frutas e temperinhos são eficazes nessa proteção e por serem práticas, podem ser feitas em qualquer lugar! Para te ajudar, preparamos uma lista com diversos remédios caseiros fáceis de fazer. Alguns deles são eficazes no combate de vários insetos, já outros são mais específicos então é importante saber quais pragas você deseja evitar. E lembre-se: o único processo efetivo no combate de todos os bichos é a dedetização, essas receitas são apenas paliativos.

VELAS

Velas de alecrim, hortelã, citronela, de frutos cítricos e até de lavanda são eficientes no combate de diversos insetos. O odor e a fumaça afasta os bichos e as velas podem ser usadas tanto em ambientes abertos quanto em ambientes fechados.

Caso você queira preparar a sua própria vela, uma alternativa fácil é a vela de laranja. Para fazê-la, basta cortar a laranja, tirar os gomos e misturá-la junto a cera derretida. Após isso, é só colocar um pavio.

PLANTAS

As plantas são muito úteis e versáteis no combate às pragas urbanas. O alecrim, por exemplo, combate mosquitos, carrapatos e pulgas e é ótimo para aqueles que têm animais em casa. Manjericão e hortelã também são plantas fáceis de encontrar e úteis conta diversos bichos. O manjericão ajuda a espantar moscas e mosquitos e o hortelã, além desses dois insetos voadores, ajuda também contra formigas, percevejos e até ratos.

A sálvia, planta utilizada como tempero, evita que moscas, mosquitos e besouros se aproximem da sua casa. Os insetos voadores também podem ser combatidos com tomilho, outra erva utilizada no preparo de alimentos.

Para o uso dessas plantas, pode-se tanto colocá-las pelos ambientes quanto preparar receitas, como óleos, solventes ou até mesmo preparar chás, que aromatizam os ambientes e espantam as pragas.

CRAVO-DA-ÍNDIA

O cravo é um ótimo aliado no combate, principalmente, de moscas e mosquitos. Ele pode ser combinado com as velas – utilizá-lo na receita da vela de laranja, por exemplo, é uma alternativa -, com frutas ou até sozinho.

Espetar cravos em rodelas de limão e espalhar pela casa é uma das ideias funcionais. Outra boa receita prática e preparar um chá de cravo, que irá aromatizar o ambiente espantando os mosquitos. Para isso, é só ferver a especiaria com bastante água até que o cheiro se espalhe pela casa.

ALIVIANDO COCEIRAS

Se você não usou nenhum repelente para se proteger ou proteger sua casa e acabou recebendo picadas de insetos, uma dica é utilizar água e sal para aliviar a incômoda coceira. Aplique um pouco da mistura – uma pitada de sal é suficiente – em cima da picada e espalhe pela pele. O “remédio” vai remover as toxinas deixadas pelo inseto e ajudar no processo de cicatrização.