Mosquitos

Doenças Ocasionadas
>
 Dengue
> Febre amarela
> Leishmaniose

dedetizacao-mosquito-1-150x150

Aedes aegypti

Nome comum:
Mosquito da dengue.

Biologia:

É um mosquito pequeno, de cor escura com listras brancas bem evidentes e pernas articuladas. Normalmente se reproduz em recipientes artificiais como vasos de flor, tambores, pneus, latas, calhas e plásticos em geral. Está distribuído por quase todo o mundo, com ocorrência nas regiões tropicais e subtropicais. Está bem adaptado a zonas urbanas, mais precisamente ao domicílio humano, onde consegue reproduzir-se e pôr os seus ovos em pequenas quantidades de água limpa. É considerado vetor de doenças graves como a dengue e a febre amarela e por isso mesmo o controle das suas populações é considerado assunto de saúde pública.

Do que se alimentam:

A fêmea costuma alimentar-se de sangue, dando preferência ao sangue humano, ao amanhecer ou ao entardecer. Porém, pode também picar à noite sob iluminação artificial.

Onde vivem:

Vivem em ambientes com água limpa, próximos à habitação humana: vasos, latas, garrafas, copos descartáveis, pneus abandonados, tambores, calhas, caixas d’água, piscinas e fundações alagadas de construções, valas de drenagem, lagos e lagoas, remansos de cursos d’água, etc. Vivem, em média, 30 dias.

dedetizacao-mosquito-3-150x150

Lutzomyia longipalpis

Nome comum:
Mosquito palha ou birigui.

Biologia:

São mosquitos pequenos, corcundas e com as asas estreitas. Estão distribuídos no continente americano e são responsáveis pela transmissão da leishmaniose visceral. A doença afeta órgãos como fígado e baço e pode causar hemorragia e complicações pulmonares.

Do que se alimentam:

Necessitam de suprimentos de carboidratos que, na natureza, adquirem diretamente da seiva de plantas, néctar, secreções de afídeos e frutas maduras. O hábito de se alimentar de sangue é exclusivo das fêmeas, que necessitam dele tão somente para a maturação dos ovários e o obtém sugando diversos vertebrados (mamíferos, aves, répteis e anfíbios). Durante a noite, são atraídos pela luz, o que facilita a invasão dos domicílios e o contato com a população humana.

Onde vivem:

Vivem em área urbana e rural. Invadem habitualmente as casas nas zonas rurais e encontram-se também em áreas urbanas de localidades pequenas ou nas periferias de cidades grandes. Habitam áreas periurbanas, em encostas desmatadas de morros. Vivem, em média, 30 dias.


dedetizacao-mosquito-2-150x150

Culex quinquefasciatus

Nome comum:
Pernilongo ou muriçoca..

Biologia:

É um inseto alado e doméstico tropical. No Brasil, é o vetor primário e principal da filariose bancroftiana. Causa também inúmeras encefalites virais pouco conhecidas. Através de sua visão em infravermelho, localizam suas vítimas e, nelas, os vasos sanguíneos superficiais. No interior das residências, pousam preferencialmente nas cortinas, plantas ornamentais, paredes e tetos.

Do que se alimentam:

Machos e fêmeas alimentam-se da seiva de plantas, mas, uma vez fecundadas, as fêmeas necessitam de um repasto sanguíneo para maturar seus ovos, e saem em busca de um animal ou de um ser humano para sugar.

Onde vivem:

No Brasil, é normalmente a espécie de mosquito predominante dentro das casas. Apresentam grande preferência pelo interior das residências humanas, abrigando-se principalmente em áreas com pouca luminosidade, como dormitórios, embaixo e atrás dos móveis e em sótãos ou porões. Vivem, em média, 30 dias.