Controle eletromagnético é a nova solução da Insetan contra pombos

Os pombos realmente trazem um incômodo muito grande para as pessoas na cidade. A espécie Columbidae live, popularmente conhecida como “pombo-doméstico”, é a que vive tranquilamente entre os humanos. Ela busca abrigo nas grandes estruturas urbanas, alimentando-se de restos de comida, migalhas e resíduos espalhados pelo chão. Você provavelmente já deve ter visto alguma cena de filme em que alguém está numa praça alimentando o pássaro. Isso mostra o quanto eles são cômodos entre nós.
Os pombos gostam de construir seus ninhos em lugares protegidos de chuvas e ventos, alguns dos locais mais habitados por eles são: telhados, parapeitos de janelas, galpões entre outras estruturas. É comum vermos as pessoas no metrô ou praças olhando para cima quando se deparam com os pombos, afinal, eles são famosos por eliminarem suas fezes em cima dos outros. Uma das razões para sempre fugirmos deles.
Doenças causadas pelos pombos
Além de se reproduzirem altamente, o que gera o aumento destes animais no ambiente urbano, os pombos, alimentam-se de muitas coisas espalhadas pela cidade. Isto, causa mais incômodo ainda pela sujeira e doenças que trazem com suas fezes. Algumas das moléstias que eles causam são:
– Histoplasmose: Contaminação pela inalação do fungo Histoplasma capsulatum, desenvolvido principalmente por fezes de pássaros. Ela causa infeção do sistema respiratório, pulmão, sistema gastrointestinal e nervoso central.
-Salmonella: Bactéria também transmitida pelas fezes de animais em contato com algum alimento. A Salmonella typhimurium causa infecção nos sistema digestivo, provocando dores abdominais, diarréias, febre, vômitos entre outros sintomas relacionados ao intestino.
-Criptococose: Causada pelo fungo Cryptococcus neoformans, por atacar o pulmão pode ser confundida com a tuberculose. A infecção se dá pela inalação dos fungos presentes fezes de aves e compromete o sistema respiratório.
Apresentando algum sintoma de dificuldade no funcionamento dos sistemas respiratório e digestivo é importante procurar um médico, para que ele te examine e dê um diagnóstico. E é essencial lembrar de sempre ter cuidado ao fazer a limpeza dos locais onde os pombos estão, utilizando máscaras e todo o equipamento de segurança para a sua saúde. Bem como, a higienização adequada dos alimentos.
PIGEONS OUT: Sistema anti-pombos
Para cuidar da sua saúde e se ver livre dessas aves transmissoras de doenças, a Insetan, oferece um sistema tecnológico que vem sendo sucesso no combate de pombos. Em residências, comércios, indústrias e outras estruturas, o Controle Eletromagnético, traz um Sistema de Controle de Pombos PIGEONS OUT. Ele é capaz de reduzir em até 100 % a presença de pombos em qualquer um desses lugares.
Como funciona?
– O Controle Eletromagnético é instalado no telhado e em pontos estratégicos com processo rápido limpo e seguro.
– Depois de instalado, ele produz um campo eletromagnético, exclusivo para pombos que impede que eles pousem onde o equipamento estiver.
– Este sistema não causa interferências em equipamentos eletrônicos e NÃO É VENENO.
– O campo eletromagnético, só espanta os pombos e impedem que eles pouse, mantendo eles longe da residência. Ele não causa danos para as aves.
– O PIGEONS OUT é ecologicamente correto e além de não causar danos ambientais ele é viável e econômico, tendo baixo consumo de energia.
O que está esperando para mandar os pombos para bem longe? Entre em contato com a Insetan e saiba mais sobre este sistema tecnológico.

Aranhas, onde estão e como combatê-las

No mundo, existem aproximadamente cerca de 40 mil espécies de aranhas. Algumas inofensivas, outras peçonhentas e todas com diferentes hábitos e habitats. Neste post, você vai aprender um pouco mais sobre esses bichinhos e os cuidados que deve tomar no seu lar.
As aranhas, são artrópodes da classe Arachnida e famosas pelo veneno que inocula nas vítimas, que pode causar necrose e até mesmo morte. O pavor na maioria das pessoas. Porém, não se engane, nem todas são venenosas mas mesmo assim é melhor não arriscar. Existem diversos casos de acidentes com o artrópode, porém em sua maioria não graves, justamente pelo fato de existirem diversas espécies inofensivas.
Onde as aranhas costumam habitar?
As aranhas mais comuns em residências, são as Loxosceles, popularmente conhecida como Aranha Marrom. Elas têm cerca de 3 a 4 cm e coloração castanha, possuem hábitos noturnos e aparecem muito durante o verão. Seu veneno, é extremamente tóxico ao organismo humano. Elas gostam de ambientes escuros, quentes, secos e sossegados. Nas cidades, esse gênero de aranha procura os melhores lugares para fazer o seu ninho, como: buracos, frestas, copa de árvores, atrás dos móveis, madeiras, materiais de construção e entulhos.
Sintomas da picada da Aranha Marrom
As aranhas que costumam aparecer em nossas casas em sua maioria são inofensivas e têm hábitos noturnos. Os acidentes com a Aranha Marrom, geralmente ocorrem ao vestir uma roupa ou nos lençóis de cama. A picada delas ocorre, porque nessas circunstâncias as aranhas podem ser compridas contra o nosso corpo, o que leva elas a reagirem imediatamente com um picada.
Inicialmente, as dores da picada podem não ser sentidas e começarem a aparecer só dentro de algumas horas. O que contribui para o agravamento do quadro da vítima, pela demora da procura por um atendimento hospitalar. Como sintomas, o local pode apresentar bolhas, inchaço, aumento de temperatura, queimação e lesões hemorrágicas.
O que fazer para tratar
– Lavar o local com água corrente;
– Compressas de água quente para aliviar a dor;
– Elevar o local da picada;
– Procurar uma unidade de saúde mais próxima urgentemente;
– Identificar o tipo de aranha se possível, para que os médicos saibam como tratar e diagnosticar o caso.
O que fazer para evitar a presença delas em casa?
Mais que tudo, é essencial estarmos com a limpeza da nossa casa e arredores em dia. Já sabemos quais são os locais que as aranhas costumam habitar e as medidas para evitar acidentes com elas, são de extrema importância. Veja abaixo algumas que separamos para você:
– Deixar os jardins e quintais limpos, cuidados e livre de entulhos (lixo, folhas, materiais de construção e madeiras);
– Limpar os terrenos baldios vizinhos também é necessário. Pois mesmo com todo o cuidado que você tenha no seu lar, esse bichinhos podem migrar para a sua casa.
– Cuidar da limpeza do móveis e atrás deles;
– Sacudir lençóis, sapatos e roupas antes de usá-los, pois podem estar escondidos ali.
– Vedar frestas e buracos pela casa que possam servir de abrigo.
E em casos de infestações ou, para garantir de que as aranhas e outros animaizinhos não irão perturbar a saúde e o conforto da sua família, conte com a dedetização da Insetan. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os nossos serviços.

Por que é importante fazer a dedetização antes dos insetos aparecerem?

Antes que o problema apareça faça uma dedetização.

Já ouviu a expressão: é melhor prevenir do que remediar? Então, isto também se aplica a dedetização da sua empresa ou residência. Toda mudança de estação traz consigo uma ocorrência diferente, principalmente as estações mais quentes do ano. Porém é possível evitar  as pragas antes mesmo que elas apareçam e assim, garantir a comodidade e higienização desses locais.
Mas por que é importante fazer uma dedetização antes dos insetos aparecem?
Ambientes em que há convívio e passagem de muitas pessoas e o manuseio de alimentos frequentemente são os mais chamativos para insetos, ratos e outros animais que trazem doenças aos humanos e que além disso, danificam os móveis e estruturas do local.
O processo de dedetização não só extermina pragas, como também evita que elas apareçam e é importante que se faça isso a cada três meses, pois esse é o período em média que os produtos dedetizadores tem o seu efeito ativo.
Cada local tem uma exigência diferente de dedetização pois lida com diferentes tipos de negócio ou quantidade de pessoas. Para empresas e condomínios o ideal é um contrato anual com as manutenções já agendadas, mas para as residências isto também pode ser feito, ou, a contratação de pacotes de serviços regularmente.
Tenha sempre o contato de uma prestadora de serviços em mãos para urgência, caso  ocorra casos específicos como o de escorpiões, abelhas e outros. Para evitar o problema antes que ele apareça, conte com a Insetan.

Como se livrar das baratas que infestam a casa?

Elas são pequenas, tem uma carapaça resistente, gostam de lugares escuros e úmidos  e se alimentam de tudo o que está na sua frente. Sim, estamos falando das baratas, um dos insetos que mais causam repulsa na maioria das pessoas. Todo lugar onde há convívio humano e comida, elas estão lá, marcando presença tanto em empresas quanto residências.
Mas o que atrai as baratas numa casa?
Separamos alguns fatores que mais contribuem para que elas venham e façam a festa. Veja a seguir:

  • Falta de organização é muito atrativo para as baratas, então além de limpo deixe o local organizado;
  • Entulhos costumam chamar não só baratas mas também ratos, escorpiões e outros insetos que são atraídos pela sujeira e umidade;
  • Buracos e vazamentos são um bom abrigo e esconderijo;
  • Alimento mal armazenado são um dos principais, então lacre os recipientes com comida e não deixe restos alimentares pelo chão e armários.

Com essas informações fica muito mais fácil combater esses insetos que trazem doenças e desconforto para o nosso lar. Mas caso haja uma infestação dessas pragas é necessário uma ação mais eficaz, ou seja, uma dedetização e para isso, conte com a Insetan e volte a ter o conforto na sua casa.

Acabar com baratas – descubra tudo que você precisa saber

No ambiente urbano existem vários animais e insetos que vivem nos esgotos e se alimentam de lixo. Muitos deles migram para os nossos lares, trazendo uma série de doenças e causando muitos incômodos. Um dos mais enojados pelas pessoas é a barata, inseto onívoro que se alimenta principalmente de restos alimentares dos humanos (veja, aqui, algumas doenças causadas pelas baratas). Chegou a hora de saber como dedetizar e acabar com baratas de uma vez por todas. 
O bom e velho amigo, o chinelo, às vezes é a solução que mais usamos. Porém as baratas têm uma carapaça dura e resistente que as protege, impedindo que morra facilmente. Além do mais, ao matá-las assim, você pode estar espalhando microorganismos por sua casa. Por isso, o melhor é buscar medidas mais eficazes – tanto para evitar que elas apareçam quanto para dar um fim nelas.
O primeiro passo, antes de tudo, é sempre deixar a casa limpa. Não deixe restos de comida no chão. Se cair um grão que seja, passe uma vassoura ou pano. Troque sempre o lixo da cozinha. Mantenha as embalagens de alimento bem fechadas e limpe sempre os armários. Como dito anteriormente, essas baratinhas gostam de restos de comidas. E isso, é algo que podemos evitar.

Dedetização profissional: a melhor solução para acabar com baratas

Como você sabe, há uma série de produtos no mercado para matar esse tipo de inseto. Todos eles um pouco tóxicos. Por fim, a melhor solução é sempre contratar uma empresa especializada. No caso, uma dedetizadora – especialmente em casos de infestações mais severas. O motivo disso é simples: empresas especializadas já estão acostumadas com esse tipo de situação. Elas sabem como dedetizar baratas e outros insetos, quais produtos utilizar, como e onde combater. Tudo isso, sem colocar a saúde sua, dos seus familiares e dos seus animais de estimação em risco.

Precisa de uma dedetizadora? Pode contar com a Insetan. Faça um orçamento sem compromisso. A gente tem certeza que você vai se surpreender. 

Como se livrar dos insetos no verão?

Se o verão é, para muita gente, a época mais aguardada do ano, essa é também a estação favorita dos insetos, que aproveitam as altas temperaturas para se reproduzir. Assim, uma questão que surge entre as pessoas é como se livrar dos insetos, já que ninguém quer ser atormentado por essas pragas.
 
O ideal a se fazer, principalmente nas épocas de calor, a começar pela primavera, é dedetizar os ambientes, protegendo-os e impedindo que insetos, como moscas, mosquitos vetores de doenças, baratas, formigas e cupins apareçam. Mas, há algumas técnicas que podem ser usadas para espantar os bichos enquanto a desinfectação não é realizada.
 

Cuidados básicos

 
Os cuidados mais básicos podem ser tomados em todos os ambientes e cômodos. Colocar telas nas janelas e fechá-las ao entardecer – hora que os mosquitos aparecem -, tampar as frestas das portas – para evitar baratas – e manter ralos fechados – tampas de sistema abre-e-fecha são uma solução – são os primeiros passos para evitar os insetos.
 
Baratas e formigas também são muito atraídas por restos de comida, então evitar deixar panelas abertas no fogão e acumular louças sujas na pia também são uma alternativa. E, claro, manter a lixeira fechada e limpar o local onde o lixo é armazenado são cuidados essenciais.
 

Receitas “espanta-insetos”

 
Os insetos detestam o cheiro de cravo-da-índia, então utilizar esse tempero é ótimo para afastá-los. Borrifar água com cravo, deixá-los espalhados pela casa ou ainda espetar cravos no limão são truques infalíveis no combate de formigas, moscas e baratas.
 
Outra boa dica é deixar pelos ambientes velas de citronela ou andiroba, capazes de afugentar os insetos disfarçar o cheiro da pele humana, o que atrai os mosquitos. Misturas de açúcar cristal e bicarbonato de sódio e de pimenta-do-reino com vinagre ou leite espalhadas em pratinhos também é uma garantia de ficar livre das pragas urbanas.
 
Mas, como dito em cima, esses cuidados são apenas paliativos enquanto a dedetização não é feita. Para garantir que o ambiente fique completamente seguro, você pode contratar a Insetan, que irá desinsetizar e livrar você dos insetos. É importante também lembrar que a dedetização deve ser feita periodicamente para manter as pragas definitivamente longe.

As pragas no verão

Quando pensamos em verão, calor, praia e sol vêm a nossa cabeça o tão sonhado período de férias. Mas, costumamos esquecer de uma coisa que pode atrapalhar nossos planos de tranquilidade: as pragas urbanas.  

O calor e as fortes chuvas dessa época são um prato cheio para as diferentes espécies de insetos, em especial os mosquitos. Durante esse período onde observa-se chuva e sol, há um grande acúmulo de água em recipientes, que funcionam como ninhos reprodutores para essa praga.

Outro fator que torna os insetos mais comuns durante o verão é a temperatura corporal. Nesse período os insetos costumam ter seu metabolismo acelerado graças a alta temperatura  com isso ficam mais ativos para buscar alimentos, abrigos e se reproduzirem.
 
Esses motivos fazem com que formigas, pernilongos, baratas e mosquitos se proliferam por todas as partes, exigindo que tenhamos cuidado, em especial com baratas e formigas os quais transitam por locais sujos, de lixeiras a tubulações de esgoto com isso carregam consigo bactérias e vírus prejudiciais à saúde humana e animal.
 
Alguns cuidados podem ser tomados para evitar essas pragas, como deixar o ambiente sempre higienizado, evitar acúmulo de lixo e entulhos e manter caixas d’água e fossas sempre tampadas. No entanto, esses são apenas cuidados básicos e somente eles não são suficientes para garantir um verão tranquilo.
 
O mais correto é contratar uma empresa especializada em dedetização, como a Insetan, capaz de oferecer  serviços de qualidade e de garantia. Sem insetos, o verão fica muito mais divertido!

As chuvas e a proliferação de pragas urbanas

O calor e as chuvas formam um cenário bastante favorável para o surgimento das mais diversas pragas urbanas. Ratos, baratas, formigas, mosquitos, moscas, aranhas e até escorpiões podem aparecer nesta época do ano em que as inundações atingem seus esconderijos e eles precisam sair em busca de alimento e um abrigo seco para se restabelecerem. Eles podem ser atraídos pela sujeira e também por restos orgânicos que acabam se acumulando nos cantos de ambientes internos e externos. Por isso, é importante ficar atento aos hábitos simples que podemos praticar para amenizar os efeitos das proliferações e nossa casa e evitar ao máximo as chances de infestações.
As lixeiras devem sempre ser muito bem vedadas, tanto as que ficam dentro quanto as que ficam fora de casa. Importante lembrar que não se deve deixar que o lixo se acumule por mais de 48h, uma vez que os restos e o mau cheiro pode atrair as pragas. Nas áreas externas como jardins e quintais, as lixeiras devem ser mais altas, pois os animais podem rompê-las e espalhar o conteúdo atraindo ainda mais pragas.
Também é importante tomar cuidado com as pias. Por incrível que pareça, lavar a louça também ajuda a manter as pragas longe de casa. Jogue água fervente nos ralos para matar as bactérias e evite jogar resíduos sólidos e restos de comida lá dentro. E lembre-se: se sua casa já está infestada, confie a eliminação destas pragas a uma dedetizadora. A Insetan, empresa de dedetização certificada pela ISO 9001, conta com uma equipe qualificada, produtos licenciados pelo Ministério da Saúde e um serviço de eliminação de pragas comprovadamente eficaz.

Curiosidades sobre roedores

Os roedores costumam ser bastante comuns no ambiente urbano e, vez ou outra, dão as caras dentro das casas. Existem três principais espécies que são consideradas pragas urbanas: ratazanas, ratos de telhado e os camundongos.

Entender sobre os roedores ajuda a conhecê-los melhor e, assim, saber como evitá-los. Por isso, preparamos uma lista com doze curiosidades a respeito desses bichos.

1- Os roedores são mamíferos e há cerca de 2000 espécies pelo mundo.

2- Os roedores têm uma capacidade de proliferação muito rápida e alta. As fêmeas da ratazana, por exemplo, conseguem dar à luz cerca de 100 filhotes por ano.

3- O corpo desses animais é muito flexível, o que os permite se mover facilmente por dentro de canos e tubulações.

4- Eles têm facilidade para segurar a respiração dentro d’água, o que facilita a entrada nas casas pelos esgotos e vasos sanitários.

5- Os ratos possuem os sentidos muito bem aguçados, conseguem se localizar, aprender novos caminhos e criar atalhos com facilidade.

6- São capazes de cavar tocas nos solos, atingindo mais de 1 metro de profundidade

7- Por conta da flexibilidade, essas pragas urbanas também conseguem caminhar por estruturas horizontais, como canos.

8- Eles conseguem roer vários materiais, como madeiras, tijolos, alumínio, etc.

9- Os roedores transmitem  doenças como leptospirose, peste bubônica e salmonelose

10- Outra doença pouco conhecida é a hantavirose, também transmitida por essa classe de animais. A hantavirose gera síndromes pulmonares e renais, febres hemorrágicas e pode até levar à morte.

11- Apesar de alguns serem perigosos para a espécie humana, os roedores são importantes para a manutenção do ciclo de vida biológico, já que funcionam como alimento para diversos predadores.

12- Além de ratos, ratazanas e camundongos, outros animais tidos como roedores são: capivaras, esquilos e porquinhos-da-índia.

Dedetização é perigoso para grávidas e crianças?

Ninguém gosta de ter que conviver com ratos, baratas, formigas, aranhas, carrapatos, pulgas e outras pragas. No entanto, na hora de contratar serviços de dedetização, surgem diversas dúvidas sobre como o procedimento e os produtos irão afetar os moradores ou frequentadores da casa ou empresa. Essas dúvidas e preocupações são redobradas sobretudo quando no local há grávidas e crianças. E para sanar de vez a maior dúvida de todos vamos logo dizendo: enquanto há dedetização líquida em curso, nada de grávidas, idosos e crianças em casa.
Quando há necessidade de dedetizar o ambiente com produtos líquidos, deve-se levar bastante a sério a recomendação para que este grupo de pessoas fique fora por um período de 24h depois de terminado o procedimento. É seguindo essa regra que podemos assegurar que problemas decorrentes do contato com os produtos sejam evitados ao máximo. É recomendado que a dedetizadora seja contratada antes do nascimento da criança já que, com a chegada de um recém-nascido, tudo pode se complicar.
Importante também é lembrar que deve-se manter a casa ventilada para o ambiente poder se restabelecer e amenizar o cheiro, melhorando a respiração. Como também deve-se deixar claro que a melhor forma de garantir a segurança total na dedetização, seja para gestantes ou não, é escolhendo uma dedetizadora confiável que conte com uma equipe altamente qualificada e utilize produtos licenciados pelo Ministério da Saúde.