Férias no campo, cuidados com insetos

Férias no campo, cuidados com insetos

Com o aumento das temperaturas, a probabilidade de picadas ou ferroadas de abelhas, vespas e marimbondos aumenta de um modo exponencial, isso porque a atividade destes insetos aumenta bastante em dias quente.

As chances aumentam ainda mais quando estamos no campo, ambiente natural com maior população destes animais.

Geralmente uma picada de inseto se traduz no aparecimento de uma pequena mancha vermelha, comichão e em alguns casos, em dor. Em situações mais graves, a pessoa picada pode desenvolver uma reação alérgica e entrar em colapso, necessitando de rápida assistência médica.

Estes insetos não são agressivos, ou seja, atacam somente quando se sentem ameaçados. Quando do ataque, eles injetam uma espécie de toxina composta por histamina e serotonina, que são agentes bioquímicos envolvidos nas respostas alérgicas em geral.

Alguns cuidados podem ser tomados para evitar acidentes, como por exemplo, evitar aproximar de ninhos de abelhas ou marimbondos ou manipulá-los, especialmente em momentos de agitação destes insetos. Veja outras dicas:

  • Evite movimentos bruscos perto de seus ninhos e colméias;
  • Atenção ao som característico do enxame;
  • Caso seja ferroado, verifique se não há alguma reação alérgica. Caso haja, procure um médico.
  • Se a ferroada ocorrer na cabeça e/ou pescoço, procure imediatamente auxílio médico;
  • Caso sinta-se incomodado com a presença de um ninho e queira removê-lo, chame o Corpo de Bombeiros ou empresa especializada.

Apesar de protegidos por lei, a remoção de caixas e colméias é liberada em casos em que risco de acidentes graves é constatado através de laudo técnico confeccionado após inspeção de um profissional habilitado.

Mesmo causando muita dor em suas picadas e sendo considerados perigosos por algumas pessoas, estes insetos têm extrema importância na natureza agindo como polinizadores de diversas espécies vegetais de grande importância econômica e alimentar.


Saiba mais sobre as abelhas e a importância delas na Natureza

Deixe seu comentário

17 + = 27