Chef propõe receitas com insetos como fonte alternativa de proteína

Chef propõe receitas com insetos como fonte alternativa de proteína

Já pensou em substituir as proteínas que está acostumado a consumir como carne bovina, leite e ovos por insetos? Pode parecer nojento num primeiro momento, mas grilos, tenébrios, formigas e baratas podem ser uma solução para garantir a sobrevivência, especialmente, em países com altas taxas de desnutrição.

De acordo com a nutricionista Aline Castaldi Sampaio, de Campinas (SP), os insetos são uma alternativa importante porque contém uma quantidade significativa de proteínas, que são fundamentais para garantir o funcionamento do corpo humano, além de vitaminas C, D e B.

“Dependendo do corte da carne, os insetos podem ter até 60% a mais de proteína que uma carne bovina. Essa equivalência de vitaminas acaba propondo estudos para que o consumo de insetos seja incluído em países com altas taxas de desnutrição”, afirma.

Segundo a professora de gastronomia, Andreia Pimentel, o ato de comer insetos é comum em países como a China, principalmente em feiras populares. “Os insetos mais comuns são as formigas, tenébrios e grilos. O processo avançado trabalha com espécies de baratas, borboletas e bicho da seda, por exemplo”, explica.

“Food styling
Para facilitar aproximação com a cultura ocidental, Andreia destaca ainda a importância do “food styling”. “Faz a diferença, porque é a técnica de tentar deixar esse tipo de comida o mais próximo do que estamos acostumados. A gente tem que trabalhar com isso para criar uma impressão melhor e maior aproximação com a nossa comida”, revela.

chef_ABTmz06 Chef propõe receitas com insetos como fonte alternativa de proteína Curiosidades Notícias
Experiência
Para ajudar os interessados em novas experiências gastronômicas, o G1 pediu para o chef especializado em culinária asiática Fabiano Suzuki, da Universidade São Francisco de Campinas, para fazer três opções de receitas com grilos, tenébrios e formigas.

No entanto, é importante ressaltar que os insetos usados nas receitas não podem ser retirados de qualquer lugar, já que podem estar contaminados. Segundo o chef, a procedência é importante para que a experiência seja saborosa.

Os insetos escolhidos por Suzuki para as receitas foram produzidos em uma fazenda em Piracicaba (SP). “Os insetos devem ser próprios para consumo humano, criados para isso. A sensação de saciedade com insetos é bem maior que com uma carne bovina. Eles devem vir de locais confiáveis”, pontua.

Fonte:G1

Deixe seu comentário

66 - = 56