Controle de Baratas BH – Veja 20 curiosidades que poucas pessoas sabem sobre as baratas

Controle de Baratas BH – Veja 20 curiosidades que poucas pessoas sabem sobre as baratas

São nojentas, são resistentes e perigosas uma vez  que este inseto pode transmitir várias doenças. Isso todo mundo sabe. Por isso, buscamos e reunimos, em um único post, 20 curiosidades sobre as baratas. Veja:

  • O único lugar onde não existem baratas são nas calotas polares – ou seja, os extremos congelantes do planeta.
  • A espécie mais comum no Brasil é a Periplaneta americana, ou barata americana. O curioso é que, apesar do nome, ela se originou na África.
  • Das 5 mil espécies de baratas conhecidas, apenas 1% delas são consideradas pragas urbanas.
  • O registro fóssil mais antigo de uma barata tem por volta de 200 milhões de anos (prova de que elas conviveram com os dinossauros).
  • Enquanto um ser humano consegue suportar 12 vezes a gravidade da Terra, a barata é capaz de aguentar 126 vezes.
  • Baratas transmitem 32 doenças por bactérias (17 por fungos, 3 por protozoários e 2 por vírus). Quer uma ideia das doenças transmitidas por baratas? Então, aí vai: cólera, peste, febre tifoide, herpes, poliomielite, conjuntivite…
  • Embora viva uma média entre 5 e 6 meses – dependendo da espécie, é claro – uma única barata é capaz de deixar 800 descendentes.
  • Baratas correm tão rápido que, se tivessem o mesmo tamanho de um ser humano, atingiriam com facilidade a velocidade de 320 Km/h.
  • A audição da barata é tão sensível que ela é capaz de detectar a aproximação de outra barata, bem como pequenos tremores de terra (algo como 0,07 graus na escala Richter).
  • As baratas possuem pequenos pelos no abdômen que permitem detectar “vibrações” no ar e descobrir se algum inimigo (um chinelo, por exemplo) se aproxima. Essas vibrações também são percebidas através dos “pelos” das pernas.
  • As antenas funcionam como sensores gustativos, táteis e olfativos.
  • Algumas espécies de baratas podem sobreviver um mês sem uma gota d´água.
  • Baratas podem sobreviver vários dias sem a cabeça.
  • Baratas podem se arrastar dezenas de metros mesmo com as vísceras expostas depois de uma chinelada.
  • Se uma pata da barata for arrancada, ela pode recuperá-la em poucos dias.
  • Baratas não dormem, mas se recolhem durante o dia. Aliás, não custa avisar: se você costuma encontrar baratas durante o dia em sua casa, é sinal de que a população delas anda muito alta.

E atenção! Os próximos dois itens contêm informações que podem ser nojentas

  • Baratas podem roer os seus lábios enquanto você dorme.
  • Agora, uma curiosidade ainda mais nojenta (meeeesmo!!!!): baratas podem introduzir a cabeça nas narinas de uma pessoa para comer secreções.

Com informações de Mais Curiosidade

 

Deixe seu comentário

+ 66 = 76