Traças podem estar atacando suas roupas sem deixar vestígio

Traças podem estar atacando suas roupas sem deixar vestígio

Uma moradora de Belo Horizonte está bastante preocupada com um cômodo de sua casa que foi invadido pelas traças. A princípio, ela explica, não se preocupou muito, pois o ambiente em que elas estavam ficava um pouco afastado da residência e lá havia apenas caixas. Mas o sinal amarelo acendeu.

“De alguns dias para cá, apareceram furos em minhas roupas e acredito que sejam das traças. Não encontrei nenhum vestígio delas em meu armário. Acredito que as traças ataquem as roupas quando elas estão estendidas no varal”, explica.

A dona de casa questiona se mesmo não tendo visto o animal deve ficar preocupada.

Será que são traças? Nossa especialista explica

De acordo com a Bióloga e especialista Técnica da Insetan, Viviane Avelar, estes animais se adaptam muito bem aos diferentes ambientes, a infestação se iniciou em um quarto fora de sua casa, pode ocorrer a disseminação da praga para outros pontos de sua residência, já que os adultos possuem grande mobilidade.

É recomendado solicitar a visita de um especialista para o controle eficiente desta praga. Neste caso específico, sem o controle a população de traças irá aumentar assim como o incômodo gerado por estes animais. 

Suspeita de traça em casa? Entre em contato conosco e solicite um orçamento grátis.

Pombos geram sujeira, contribuem para transmissão de doenças, mas são protegidos por lei

Pombos são protegidos por lei

Pesadelo dos proprietários de carros, dos zeladores de prédios, e dos frequentadores de praças, os pombos, além de causarem uma tremenda sujeira, são considerados pragas urbanas uma vez que podem ser vetores de doenças.

A lei dos pombos

Essas aves são consideradas animais domésticos pela Constituição Federal e, por isso, são protegidos. A Lei 9605, (de 12/02/1998) determina que maltratar, ferir ou matar estes animais seja crime ambiental e a pena pode variar de multas até cinco anos de reclusão.

Então, como se livra dessas aves sem infringir a lei?

A melhor solução é usar uma barreira eletromagnética, como a Pigeons Out, oferecida pela Dedetizadora Insetan. E clicando aqui você pode solicitar um orçamento sem compromisso.

Leia também:
Essas aves são realmente ratos que voam?
Pombos: uma questão de saúde pública

Fezes de rato em casa: se você encontrou, o que deve ser feito?

Fezes de rato

Quando não há dedetização correta em um local com chances de infestação, uma hora ou outra, o descuido irá trazer alguns transtornos. Um exemplo disso é quando os ratos resolvem invadir a nossa casa. Por onde passam, esses animais podem espalhar sujeira, prejuízos materiais e, o pior, sérias ameaças à nossa saúde.

Não raro, numa casa em que há incidência de roedores, encontramos fezes de rato e urina desses animais em roupas e outros tecidos que utilizamos no dia a dia. E quem já passou por isso, sempre traz consigo as dúvidas sobre a providência a ser tomada. Jogar logo na máquina de lavar? Usar produtos de limpeza mais pesados? Descartar as roupas na lixeira? Afinal de contas, qual a melhor maneira de resolver o problema?

Fezes de rato: veja como proceder para higienizar


De acordo com a técnica responsável da Insetan, Viviane Avelar, para desinfetar fezes de rato e urina, a limpeza ideal é aquela que se faz do jeito mais completo possível. Primeiramente, a máquina de lavar deve ser submetida  a uma descontaminação. Antes de começar a lavagem, as fezes devem ser retiradas das roupas e, estas, em seguida, rodadas na máquina em um ciclo comum.

Depois, é necessária uma higienização com um produto de alto teor bactericida do tipo Lysóformio e a finalização deve ser feita com mais uma lavagem convencional. Após a secagem, as roupas devem ser passadas com o ferro em temperatura bem alta.

A dica mais importante, no entanto, é acabar com os ratos em casa. E o melhor jeito de fazer isso é contratando uma empresa séria e especializada, como a Insetan. Para orçamentos sem compromisso, acesse aqui.

O que atrai os ratos para dentro de nossa casa?

Ratos: o que levam eles até sua casa?

Ninguém gosta de conviver com ratos dentro de casa. Além de incômodos, eles destroem objetos e alimentos e o pior: eles transmitem graves doenças trazendo prejuízos para a saúde de todos que moram na residência infestada. Por isso, é importante pensar em como implementar um controle, ainda que mínimo, para manter o perigo o mais longe possível.

Mas afinal, o que atrai ratos para nossas casa?

Muitas vezes, o convite para que as pragas urbanas invadam nossa casa pode vir dos próprios moradores. Sim, o resultado de alguns dos nossos hábitos pode atrair os ratos.

Um desses hábitos pode ser o modo como tratamos a lixeira. Quando ela está mal vedada, as sacolas com restos ficam abertas ou mal fechadas, o cheiro que exala vai chamar a atenção dos animais.

Outro hábito é o de não guardar a ração dos pets durante a noite. Recolha-os quando seu animal de estimação não esteja se alimentando.

A falta de dedetização regular também contribui para uma infestação.

Para cuidar de problemas com ratos e também com outras pragas, procure uma dedetizadora que tenha uma equipe qualificada, utilize métodos e produtos seguros e que também conte com boas certificações, como a Insetan.

Para um orçamento sem compromisso, clique aqui.

Como os ratos vão parar na sua casa? Descubra em 7 dicas como mantê-los longe

7 dicas para afastar ratos de casa

Os ratos são uma das pragas urbanas que mais incomodam as residências e as empresas no meio urbano. Além do desconforto, da sujeira r do prejuízo a objetos e alimentos, esses animais podem trazer sérias doenças para dentro de casa como a leptospirose, o tifo, a peste negra e a hantavirose. Por estas razões, o que não faltam são pessoas em busca de uma forma eficaz para se livrar de vez desses roedores.

Ratos: o que os levam a sua casa? Como se livrar deles?

Para que você possa se livrar dos ratos de uma vez por todas, a Insetan preparou uma lista com 7 ações simples que, além de ajudar você a entender o motivo dos ratos terem aparecido na sua casa, ainda contribui para a afastá-los.

Mas vale lembrar: nada substitui uma dedetização profissional. Se o caso for de infestação, vale considerar em contar com o auxílio de uma empresa como a nossa, uma vez que ratos podem provocar problemas de saúde.

Confira as 7 ações que vão afastar os ratos da sua casa. A última é incrível!

  1. Mantenha a lixeira o mais longe possível da parte interna da casa para que o cheiro não atraia os ratos. Uma lixeira sem o tratamento correto pode ser um verdadeiro chamariz.
  2. A ração dos animais de estimação à mostra durante a noite também é um grande atrativo. Guarde-a quando o pet não estiver alimentando.
  3. A limpeza da casa também é muito importante para manter ao máximo os roedores longe.
  4. Descubra de onde os roedores estão vindo. Ao descobrir, coloque obstáculos para dificultar sua passagem.
  5. Vede muito bem os alimentos. Mantenha as embalagens fechadas ou coloque o conteúdo em um pote com tampa.
  6. Não deixe ralos destampados, eles podem servir de passagem e podem ser a porta de entrada dos ratos na sua casa.
  7. Agora, a dica mais incrível: procure a Insetan, você irá descobrir que nada supera uma dedetização realmente profissional.

Para um orçamento gratuito, clique aqui.

Conteúdo atualizado em 2 de março de 2022

Baratas transmitem COVID-19 e outras doenças: verdade ou mito?

Baratas trasmitem COVID-19 e outras doenças: verdade ou mito?

Que baratas transmitem doenças, todo mundo sabe. Não é por menos que elas são animais abominados pela maioria das pessoas. Por viverem em esgotos, lixeiras e vários tipos de dejetos, podem representar um grande perigo em casa.

Confira nesse artigo tudo o que você precisa saber sobre baratas e transmissão de doenças.

Baratas e as formas de transmissão de doenças

As baratas, ao transitarem por locais contaminados, podem trazer toda essa contaminação para dentro de casa.  Seus hábitos alimentares e suas maneiras de locomoção, as fazem carregar em si uma série de organismos patogênicos (vírus, bactérias, etc.), prejudiciais a vida humana. Esses patógenos, muitas vezes, se encontram nas patas das baratas, local geralmente repleto de micro-organismos. Assim, na medida que, por exemplo, esses insetos transitam em alimentos, os patógenos são transferidos para o ambiente doméstico e podem se transformar em um problema de saúde.  Além de alimentos, outros focos de contaminação importantes são os objetos e utensílios domésticos usados no dia a dia. Por isso, todo cuidado é pouco

Outros problemas causados por baratas que transmitem doenças

Os problemas causados por baratas vão além das questões de saúde. Elas, por exemplo, são capazes de liberar um odor característico que pode impregnar os alimentos, deixando-os com um cheiro ruim, o que não é nada agradável.

Principais doenças transmitidas pelas batatas

Em tese, basta que a barata tenha contato com um patógeno e carregue-o em seu corpo para que ela, potencialmente, possa ser agente transmissor de doença. Nesse sentido, até a COVID-19 pode ser uma preocupação.

Algumas doenças, no entanto, são mais comumente transmitidas. São elas:

  1. Febre tifoide
  2. Conjuntivite
  3. Pneumonia

Prevenção

Se você encontrou baratas em casa, o primeiro passo para amenizar o problema é embalar alimentos, guardá-los e vedá-los devidamente. Vale também deixar a lixeira muito bem tampada e o mais longe possível do interior da casa. Vale, ainda, conferir aqui 5 dicas incríveis que nossos especialistas prepararam para ajudar você a evitar esses animais.

O próximo passo é providenciar uma dedetização profissional. Fuja das soluções caseiras, já que além de mascarar e não resolver o problema, ela pode trazer prejuízos para os moradores da residência, especialmente crianças, idosos e pets.

Ao escolher uma dedetizadora, no entanto, é importante que você tome alguns cuidados. Procure saber se é ela é confiável, se conta com uma equipe qualificada, produtos liberados pelo Ministério da Saúde e quais são suas certificações. Do contrário, em vez de solução, você poderá estar trazendo problemas para sua família.

Precisando de contratar uma empresa de confiança, conte sempre com a Insetan, a maior e mais tradicional dedetizadora de Minas Gerais.

Para um orçamento sem compromisso, acesse https://www.dedetizacaoinsetan.com.br/servicos-em-dedetizacao/dedetizacao-de-baratas-como-acabar-com-baratas/

Conteúdo atualizado em 14/02/2022

As pragas no verão

Quando pensamos em verão, calor, praia e sol vêm a nossa cabeça o tão sonhado período de férias. Mas, costumamos esquecer de uma coisa que pode atrapalhar nossos planos de tranquilidade: as pragas urbanas.  

O calor e as fortes chuvas dessa época são um prato cheio para as diferentes espécies de insetos, em especial os mosquitos. Durante esse período onde observa-se chuva e sol, há um grande acúmulo de água em recipientes, que funcionam como ninhos reprodutores para essa praga.

Outro fator que torna os insetos mais comuns durante o verão é a temperatura corporal. Nesse período os insetos costumam ter seu metabolismo acelerado graças a alta temperatura  com isso ficam mais ativos para buscar alimentos, abrigos e se reproduzirem.
 
Esses motivos fazem com que formigas, pernilongos, baratas e mosquitos se proliferam por todas as partes, exigindo que tenhamos cuidado, em especial com baratas e formigas os quais transitam por locais sujos, de lixeiras a tubulações de esgoto com isso carregam consigo bactérias e vírus prejudiciais à saúde humana e animal.
 
Alguns cuidados podem ser tomados para evitar essas pragas, como deixar o ambiente sempre higienizado, evitar acúmulo de lixo e entulhos e manter caixas d’água e fossas sempre tampadas. No entanto, esses são apenas cuidados básicos e somente eles não são suficientes para garantir um verão tranquilo.
 
O mais correto é contratar uma empresa especializada em dedetização, como a Insetan, capaz de oferecer  serviços de qualidade e de garantia. Sem insetos, o verão fica muito mais divertido!

Dedetização é perigoso para grávidas e crianças?

Ninguém gosta de ter que conviver com ratos, baratas, formigas, aranhas, carrapatos, pulgas e outras pragas. No entanto, na hora de contratar serviços de dedetização, surgem diversas dúvidas sobre como o procedimento e os produtos irão afetar os moradores ou frequentadores da casa ou empresa. Essas dúvidas e preocupações são redobradas sobretudo quando no local há grávidas e crianças. E para sanar de vez a maior dúvida de todos vamos logo dizendo: enquanto há dedetização líquida em curso, nada de grávidas, idosos e crianças em casa.
Quando há necessidade de dedetizar o ambiente com produtos líquidos, deve-se levar bastante a sério a recomendação para que este grupo de pessoas fique fora por um período de 24h depois de terminado o procedimento. É seguindo essa regra que podemos assegurar que problemas decorrentes do contato com os produtos sejam evitados ao máximo. É recomendado que a dedetizadora seja contratada antes do nascimento da criança já que, com a chegada de um recém-nascido, tudo pode se complicar.
Importante também é lembrar que deve-se manter a casa ventilada para o ambiente poder se restabelecer e amenizar o cheiro, melhorando a respiração. Como também deve-se deixar claro que a melhor forma de garantir a segurança total na dedetização, seja para gestantes ou não, é escolhendo uma dedetizadora confiável que conte com uma equipe altamente qualificada e utilize produtos licenciados pelo Ministério da Saúde.

Dedetizar ou Detetizar?

Dedetização ou detetização, qual o correto? Esta é uma dúvida que assola os falantes do português há muito tempo. Por serem parônimas, as duas palavras têm mesmo o poder de confundir, principalmente na hora de escrever. Pensando nisso, nós viemos tentar esclarecer qual é afinal a diferença entre dedetizar e detetizar.
Quando nós estamos falando da aplicação de inseticidas, o Dicionário Aurélio da Língua Portuguesa considera que o correto é DEDETIZAR. Este verbo vem do substantivo DEDETIZAR e é uma variação dos termos Dicloro Difenil Tricloretano, o DDT, pesticida largamente usado contra pragas urbanas no período da Segunda Guerra Mundial.
A medida que o tempo foi passando, a palavra dedetização começou a ser usada para designar uma gama enorme de substâncias similares, sendo compreendido como um nome guarda-chuva. Mesmo o uso do DDT sendo proibido no Brasil, o termo dedetização é usado de forma geral quando falamos em pragas urbanas e seu combate e prevenção.
Se você estiver enfrentando um problema de infestação, procure uma dedetizadora para resolver o problema. Mas também não se esqueça que escolher fazer uma dedetização preventiva no inverno pode evitar problemas maiores com pragas urbanas. É importante que você procure saber se é uma dedetizadora confiável, se conta com uma equipe qualificada, produtos liberados pelo Ministério da Saúde e se possui certificações.

Cuidado com os cupins

Existem quase 3.000 espécies de cupins descritas no mundo. Eles têm um papel importante no ecossistema já que comem detritos vegetais e conseguem revitalizar madeiras mortas. Mas se tornam um grande problema quando se estabelecem no meio urbano causando enormes prejuízos materiais. Os cupins podem destruir móveis, objetos, forros e há casos em que o problema é tão sério que essas pragas conseguem comprometer a estrutura inteira de uma casa. Quando é detectada uma infestação na residência ou empresa, o ideal é contratar uma empresa de dedetização.
Antes de tudo, deve-se encontrar uma dedetizadora confiável com equipe altamente especializada, que utilize produtos devidamente registrados e atestados pelo Ministério da Saúde. Primeiramente, o profissional irá fazer uma inspeção inicial no local para avaliar a intensidade da infestação e identificar a espécie, uma vez que há um tipo específico de inseticida e uma técnica específica para cada uma delas.
Quatro formas de saber se há alguma infestação são: observar se há asas próximo a objetos de madeira, se também há pó pelo local, se também há a presença de túneis de terra pelas paredes e mobiliários e também se a estrutura de alguma madeira estiver fragilizada, quebrando com facilidade.