Casos de dengue em BH aumentam mais de 400% em relação a 2015

Casos de dengue em BH aumentam mais de 400% em relação a 2015

Em 2016, até o momento, Belo Horizonte teve um aumento de mais de 400% no número de casos confirmados de dengue em comparação ao ano passado. Ao todo, a Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) registrou 88.930 ocorrências da enfermidade neste ano, conforme demonstra o balanço divulgado pela pasta nesta sexta-feira (10). Em 2015, o último boletim epidemiológico, publicado em dezembro, demonstrava que a cidade teve 15.749 casos ao longo de 365 dias.

Segundo a secretaria, há ainda 55.467 ocorrências de dengue notificadas neste ano que ainda aguardam os resultados dos exames laboratoriais para confirmação. Foram investigados e descartados outros 15.043.

A regional com o maior número de casos confirmados é a Barreiro, com 20.673 ocorrências, seguida pelas regionais Nordeste (13.269) e Leste (11.192).

O informe da SMSA desta sexta mostra ainda que mais duas pessoas morreram na capital por causa da dengue, totalizando 25 vítimas no ano. Duas mulheres, uma de 75 anos e outra de 16, faleceram com comorbidades em hospitais públicos de BH nos dias 10 de março e 2 de maio, respectivamente.Para combater o mosquito Aedes Aegypti, principal vetor da dengue, a SMSA já instalou 285 telas de proteção impregnadas com inseticidas em janelas de residências onde residem gestantes assistidas pela Rede SUS-BH. De acordo com a pasta, a cada dia são colocadas telas em 10 a 12 moradias. A prioridade é para grávidas que moram em locais de confirmação de circulação do zika e que estejam no primeiro ou segundo trimestre de gestação.

Gestantes de 14 bairros das regionais Norte, Venda Nova e Nordeste foram contempladas até agora. Está prevista para os próximos dias a colocação das telas em residências de mais nove bairros das regionais Leste, Noroeste, Pampulha, Barreiro e Oeste.

Além da instalação de telas, a SMSA mantém os mutirões de limpeza no combate ao mosquito. Estão previstos novas ações nas áreas de abrangência dos centros de saúde Céu Azul, em Venda Nova, na quarta-feira (15), e Santa Maria, na regional Oeste, na quinta (16). Em 2016, já foram feitos 149 mutirões intersetoriais em Belo Horizonte, com visita a 272 mil imóveis.

Zika

No novo boletim epidemiológico foram confirmados 55 casos de zika na capital, na semana passada eram 45. Há ainda 1.309 casos notificados – pendentes de resultados. Foram investigados e descartados 93 casos.

Chikungunya

Até o momento, permanecem os mesmos dados da semana passada. Dos 28 casos confirmados de chikungunya,15 são importados, ou seja, os pacientes foram infectados em outras cidades. Os outros 13 são casos autóctones, isto é, que se infectaram em Belo Horizonte. Há ainda12 casos em investigação para a doença.

Fonte: http://www.otempo.com.br/cidades/casos-de-dengue-em-bh-aumentam-mais-de-400-em-rela%C3%A7%C3%A3o-a-2015-1.1317453

Deixe seu comentário

46 - 37 =