menu

Temperaturas elevadas são propícias para escorpiões

O forte calor que está fazendo em Alagoas é propício à proliferação de pragas, entre elas o escorpião. Dessa forma, segundo Silvana Tenório, técnica do Programa de Combate a Animais Peçonhentos da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), é necessário redobrar ainda mais os cuidados com a limpeza das residências, principalmente entre os meses de dezembro a maio.
Além de limpá-las, é necessário evitar o acúmulo de entulhos, já que o local onde se acumula lixo serve como criadouro desse aracnídeo, ainda segundo Silvana Tenório. “Os escorpiões gostam de locais escuros, quentes e úmidos. E quando a temperatura está alta, esse é o período que eles preferem para se reproduzirem”, explicou a técnica da Sesau.
Silvana Tenório ressalta que a limpeza das residências evita o surgimento de baratas, que é o principal alimento do escorpião. Para isso é importante limpar caixas de gordura e acondicionar bem o lixo. Com isso, evita-se o surgimento de baratas. “É necessário evitar o acúmulo de tijolos, telhas e restos de construção, pois esses materiais acumulam umidade local, que é apropriado para o escorpião”, ressaltou.
Crianças
Outra orientação passada pela técnica da Sesau são os procedimentos que devem ser tomados para reduzir os acidentes com crianças. Isso porque, principalmente na faixa etária entre zero e 15 anos, registra-se o maior número de óbitos no País.
“Os pais devem evitar deixar o berço encostado na parede ou o mosquiteiro arrastando no chão, pois o escorpião pode subir e causar o acidente com a criança. O mesmo vale para a cama e o lençol, que deve ser evitado o contato com a parede e o chão, para que o animal não suba na cama”, salientou Silvana Tenório.
Ainda de acordo com a técnica da Sesau, é necessário bater as toalhas antes de usá-las e verificar os sapatos antes de calcá-los. “É importante, também, tampar os ralos dos banheiros, uma vez que nestes locais acontecem a maioria dos acidentes com escorpiões”, afirmou.
Dados
Em 2016 foram registrados 6.828 acidentes com escorpiões em Alagoas, onde Maceió registrou 3.471 casos, representando o maior número entre os 102 municípios do Estado. Na sequência aparece Arapiraca, com 892 casos, e o município de Teotônio Vilela, com 360.
Tratamento
Dos quase sete mil acidentes com escorpiões registrados em Alagoas no ano passado, 95% deles foram leves, que podem tratados com a aplicação de uma medicação anestésica para diminuir a dor no local. No caso de um acidente com escorpião, o paciente deve procurar qualquer unidade de saúde para ser orientado.
“Nos casos graves e moderados, o paciente passa a sentir fortes dores de cabeça, náuseas e taquicardia. Nessas situações será administrado o soro escorpiônico”, explicou Silvana Tenório.
Em Alagoas os locais de referência para o tratamento de acidentes com escorpiões são Arapiraca, Delmiro Gouveia, Palmeira dos Índios, Piranhas, Penedo e Coruripe. Em Maceió, a população deve buscar atendimento em qualquer Ambulatório 24 Horas e, somente quando houver a orientação médica, o paciente será encaminhado para o Hospital Escola Hélvio Auto (HEHA).
Fonte: Primeira Edição

Deixe um Comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossa newsletter!

Fique por dentro de nossa novidades!

Posts Relacionado

Mitos sobre controle de pragas
Dicas

9 VERDADES E 1 MITO SOBRE DEDETIZAÇÃO

Que tal testar seus conhecimentos sobre dedetização? Listamos aqui 9 verdades e 1 mito sobre o assunto e querermos saber se você descobre qual dessas

Solicite seu orçamento ou tire suas duvidas.

FIQUE LONGE DE DOENÇAS E INCÔMODOS CAUSADOS PELAS PRAGAS.
FALE CONOSCO.

%d blogueiros gostam disto: