Trabalho dos morcegos pode valer 1 bilhão de dólares, diz estudo

Quanto vale o serviço que os morcegos prestam ao meio ambiente?

BBC Brasil
Segundo um estudo publicado recentemente na revista científica Proceedings of the National Academy of Science, esses mamíferos trazem benefícios ao mundo que podem ser quantificados em cerca de US$ 1 bilhão (R$ 3,6 bilhões na cotação atual). Isso porque os morcegos que comem insetos ajudam a manter sob controle pragas que destroem plantações de milho.
Os pesquisadores chegaram a essa conclusão por meio de uma série de experimentos para avaliar a importância econômica e ecológica desse mamífero noturno para os agricultores.
“Os resultados desse estudo atestam o valor dos ecossistemas”, diz Josiah Maine, coautor do estudo da Universidade Southern Illinois, nos Estados Unidos.
Mas a situação é desfavorável para os morcegos, que estão ameaçados pela perda de seu habitat e por doenças.
Na América do Norte, por exemplo, muitas populações estão sendo afetadas pela chamada síndrome do nariz branco, provocada por um fungo. Desde 2007, essa doença matou milhões de morcegos e continua a se propagar.
O Centro Nacional de Saúde para Vida Silvestre dos EUA estima que, no nordeste do país, a população de morcegos tenha se reduzido em cerca de 80% desde que os primeiros casos fatais foram reportados.
“Ainda não são conhecidas as reais consequências ecológicas da atual redução em grande escala das populações de morcegos que hibernam. Mas os agricultores sentem o impacto”, diz o centro.

Mais morcegos, menos pesticidas

Maine afirmou que seu objetivo era descobrir o quão eficazes eram os morcegos em prover controle de pragas em cultivos de milho.
A equipe construiu um série de cercados (áreas de experiências controladas a céu aberto), de 20m por 20m e com 7 metros de altura, com redes suspensas por cabos.
“As redes permitiam que os insetos se movessem livremente, mas impediam morcegos de buscar alimento nessas áreas”, explica o pesquisador.
“Como só queríamos excluir os morcegos, construímos o local de forma que as redes pudessem ser abertas durante o dia para deixar pássaros entrarem.”
Com os dados coletados em campo e com outros estudos anteriores, os pesquisadores puderam extrapolar os resultados a uma escala global e estimar o valor monetário dos serviços prestados pelos morcegos no controle de insetos em plantações de milho.
“Estimamos que a supressão de herbívoros graças a estes morcegos que comem insetos tem um valor global superior a US$ 1 bilhão, levando em conta apenas esse cultivo”, dizem os autores.
E essa cifra, disse Maine à BBC, não leva em consideração “a redução no uso de pesticidas nas plantações, já que os morcegos podem dar a agricultura um serviço valioso adicional ao reduzir as populações de insetos abaixo do limiar em que pesticidas seriam necessários.”

Amigos dos agricultores

Segundo o Grupo Especializado em Morcegos (BSG, na sigla em inglês) da União Internacional para a Conservação da Natureza, as espécies de morcegos equivalem a um quinto de todos os mamíferos terrestres.
Além de serem importantes predadores de insetos, são também cruciais para dispersar sementes e polinizar diversas plantas.
“Estão entre as criaturas mais ameaçadas do mundo, principalmente porque grande parte de seu habitat foi eliminado pelo desenvolvimento humano ou porque são muito perseguidos”, aponta o BSG.
“Seu desaparecimento tem consequências graves para os ecossistemas que habitam.”
Um estudo publicado na revista Science em 2011 adverte que a redução de espécies na América do Norte poderia gerar perdas no setor da agricultura de cerca de US$ 3,7 bilhões por ano.
Os autores advertem sobre a necessidade urgente de educar o público e legisladores sobre a importância ecológica e econômica desses mamíferos.
“Os morcegos são demonizados na mídia e o público tem medo deles. Se pudermos demonstrar o valor e o impacto positivo dos morcegos, isso será bom para a espécie e para a sociedade”, enfatiza Maine.
“A conservação é necessária não apenas do ponto de vista ético, mas também econômico.”
Leia o texto original no site da BBC Brasil

Pergunte ao Especialista: Como dar fim a uma infestação de morcegos?

Seja bem-vindo à seção “Pergunte ao Especialista”. Aqui você tira todas as suas dúvidas sobre insetos e pragas urbanas. Mande suas perguntas para a gente!
morcego
Dúvida:
O telhado da minha casa está infestado de morcegos e tenho medo que transmitam doenças. Como resolver isso? Minha casa não possui laje, apenas forro de madeira, então o cheiro e o barulho são constantes.
Pergunta enviada por Lu.
Resposta:
Há sim possibilidade de transmissão de microorganismos patogênicos através da atividade de morcegos no forro de sua residência. Esses animais são protegidos por lei federal (IBAMA) e apenas as espécies hematófagas podem ser controladas. As demais podem apenas ser repelidas do ambiente.
Para solucionar o problema apresentado você deve implantar barreiras físicas impeditivas ao livre deslocamento desses animais  para a área do forro (fechamento de frestas, utilização de telas etc.), assim como utilização de repelentes químicos. Junto a isto o local deve ser higienizado criteriosamente por pessoal capacitado.
Contate nossa Central de Atendimento que especificaremos em um orçamento todos os aspectos de controle para o tratamento de sua residência.

Nova espécie de morcego é descoberta na África

Pesquisadores internacionais descobriram no Sudão do Sul uma nova espécie de morcego. Batizado de Niumbaha, o bicho possui listras e manchas parecidas com as de um urso panda. Apesar da semelhança com outra espécie capturada no Congo em 1939, Glauconycteris superba, os cientistas acharam mais conveniente batizar a descoberta com outro nome. “Depois de uma análise cuidadosa, é claro que se conclui que ele não pertence ao gênero. Suas formas cranianas, das asas e seu tamanho, tudo que você olhar, não se encaixa. É tão diferente que é preciso criar um novo gênero”, disse a pesquisadora em reportagem publicada no site de notícias Terra.
A escolha do nome Niumbaha foi proposital. Na língua do povo Azande, onde o morcego foi capturado, a palavra significa “raro” ou “anormal”.

morcego_panda