Manejo de plantas para seu jardim

O jardim de nossa casa é sempre muito importante para deixar o ambiente em contato com a natureza. Um local com flores, plantas, animais e ar puro traz mais beleza para qualquer residência ou empresa. Mas é sempre importante também se perguntar como anda a saúde deste espaço. A boa aparência de uma jardim pode não revelar a coexistência de plantas nocivas umas às outras. E é para ajudar nesses casos que a Insetan possui em seu portifólio de serviços o Manejo Integrado de Plantas Invasoras.
Para cuidar da saúde do jardim, o engenheiro agrônomo, numa visita, faz o diagnóstico do ambiente em que as plantas estão e observa a interação das plantas saudáveis com plantas invasoras. O tratamento se dá com a aplicação de um herbicida seletivo que elimina apenas as plantas de folha larga (geralmente as plantas não desejadas), sem prejudicar o solo. O Manejo Integrado de Plantas une o controle químico com produtos herbicidas seletivos ao controle mecânico associado a adubação folear recuperadora da vegetação desejada.
Depois da aplicação em si, a técnica da Insetan também cuida do restabelecimento da saúde do jardim. A ação integrada garante que, depois da interferência dos técnicos para a retirada das plantas invasoras, o gramado possa reencontrar sua forma de retornar ao seu estado saudável e com a capacidade de manter-se assim. A estratégia é fazer com que os espaços vazios deixados pelo manejo não sejam novamente preenchidos pela grama desejada.

O que é o Controle Integrado de Pragas?

Quando os insetos aparecem, você tenta acabar com eles usando soluções caseiras. No entanto, logo descobre que eles têm um exército muito mais forte que as “gambiarras” que você tentou usar. A alternativa mais eficaz, então, é pedir reforços a uma empresa controladora de pragas urbanas. Mas qual delas? Para te ajudar nesta tarefa, preparamos a série Dedetização de Confiança.
Uma das metodologias utilizadas para o Controle de Pragas Urbanas é o MIP – Manejo Integrado de Pragas (também chamado de CIP – Controle Integrado de Pragas) e sobre este assunto fomos até a bióloga e responsável técnica da Insetan, Viviane Avelar que respondeu algumas dúvidas sobre o assunto.
Blog da Insetan: O QUE É CONTROLE INTEGRADO DE PRAGAS?
Bióloga: Controle Integrado de Pragas é uma metodologia de controle originada na Agricultura no final da década de 50 e aprimorada para utilização no ambiente urbano (domissanitário) por volta dos anos 90. Essa metodologia alia métodos físicos, educacionais aos métodos químicos o que permite um maior controle do ambiente utilizando um menor volume de produtos químicos (menor impacto químico ambiental).
Blog da Insetan: ANTES DE SER DENOMINADO CONTROLE DE PRAGAS, COMO ERA FEITO O TRABALHO DE MANEJO DAS PRAGAS URBANAS?
Bióloga: No ambiente urbano havíamos simples aplicações de produtos químicos de forma abrangente e não criteriosa. Não eram considerados aspectos da biologia da praga a ser controlada e nem aspectos relacionados ao ambiente ou as pessoas/animais existentes no local a ser tratado.
Blog da Insetan: COMO FUNCIONA?
Bióloga: O MIP (Manejo Integrado de Pragas) é baseado nas informações técnicas sobre a biologia da praga infestante, o tipo de ambiente e as pessoas existentes no ambiente a ser tratado. Tendo em mãos todas as informações é feito um programa de controle que contempla programas de manejo ambiental, higienização, monitoramento e controle químico.
 
Blog da Insetan: QUAIS SÃO AS ETAPAS QUE UM PROGRAMA DE CONTROLE INTEGRADO DEVE CUMPRIR?
Bióloga: Em linhas gerais, um programa embasado nos conceitos do M.I.P. deverá contemplar os seguintes componentes:
 

  • Programa de Higienização: priorizar a higienização criteriosa do local, bem como dificultar a penetração de pragas por pontos considerados vulneráveis a sua invasão ativa ou passiva
  • Programa de Manejo Ambiental: voltado para as práticas corretivas curativas, através de procedimentos de recuperação e manutenção estrutural de edificações
  • Programa de Educação Ambiental: conscientização de que o controle dessas populações infestantes está diretamente associado à adoção de medidas preventivas e corretivas que promoverão limitações físicas no ambiente, pela exclusão de locais de abrigo e da oferta de alimentos, impedindo o desenvolvimento dessa fauna invasora
  • Monitoramento de Infestação: atividades que visam acompanhar a evolução dos trabalhos, bem como orientar e realizar tratamentos corretivos que se fizerem necessários
  • Programa de Controle Químico: Visa racionalizar o emprego de biocidas, potencializar a eficácia do controle realizado e minimizar os riscos de contaminação

 
Blog da Insetan: PARA QUAIS PRAGAS ESTAS TÉCNICAS SÃO EFICIENTES?
Bióloga: O MIP é uma metodologia adequada e eficiente para o controle de todas as pragas urbanas. É uma metodologia que potencializa a eficiencia de controle.
Blog da Insetan: PORQUE O CONTROLE APRESENTA EFICÁCIA E É ACONSELHADO?
Bióloga: Por que o MIP não se baseia em simples aplicação de produtos químicos. Ele alia o estudo do ambiente a ser tratado com programas não químicos, monitoramento e aplicação de produtos químicos específicos e pontuais.
Blog da Insetan: COMO É FEITO O TRABALHO DE CONTROLE INTEGRADO DE PRAGAS URBANAS NA INSETAN?
Bióloga: Para se realizar um programa de Manejo Integrado de Pragas, a Insetan realiza uma vistoria no local onde são observados os aspectos importantes e de imapacto como tipo de ambiente, tipo de praga a ser controlada, fluxo de pessoas e animais, tipo de praga infestante, etc. Tendo em mãos essas informações traçamos um programa de controle  eficiente, seguro e de grande qualidade.