Atenção, baratas à vista

De acordo com Fernando Bernardini, coordenador de Desenvolvimento de produtos da unidade de Saúde Ambiental da Bayer CropScience, a Blattella germanica, principal espécie que infesta regiões urbanas aparecem, sobretudo, em locais de difícil acesso para limpeza, como frestas, atrás de fogões, borrachas de vedação e no fundo de gavetas.
Conhecidas por serem sinal de sujeira, as baratas são recorrentes em diversos ambientes. Nas cidades, esses insetos se proliferam em redes de esgoto e sobem à superfície em busca de comida, água e abrigo. Com a chegada do verão e as chuvas, aumenta a proliferação dessa praga urbana.

Apesar de comuns, as baratas são disseminadoras de doenças, entre elas enfermidades sérias como o tifo – gama de doenças infectocontagiosas de origem bacteriana que causam febre alta, calafrios, dores musculares e até delírios – salmonelas, infecções urinárias, tuberculose e a Hepatite A. Além disso, as fezes desses insetos deixam manchas, causam odores e podem agravar casos de asma assim como outras doenças alérgicas.
De acordo com Fernando Bernardini, coordenador de Desenvolvimento de produtos da unidade de Saúde Ambiental da Bayer CropScience, a Blattella germanica, principal espécie que infesta regiões urbanas aparecem, sobretudo, em locais de difícil acesso para limpeza, como frestas, atrás de fogões, borrachas de vedação e no fundo de gavetas. Em estabelecimentos comerciais, elas são ainda mais recorrentes por causa do armazenamento de caixas e alimentos por longos períodos.
O transporte de produtos em caminhões por diferentes lugares também facilita a proliferação do inseto que acaba sendo entregue junto com as mercadorias. “O ideal é que estabelecimentos comerciais troquem o conteúdo recebido de recipiente ou caixa e mantenham os locais de armazenamento sempre limpos”, explica Maria Fernanda Zarzuela, Analista de Suporte Técnico de Marketing em Saúde Ambiental da Bayer CropScience.
As baratas se alimentam principalmente de proteínas, carboidratos e gorduras acumuladas em locais sujos, mas são capazes de sobreviver até 45 dias em ambientes sem comida e passar 15 dias sem água. Assim, o controle desses insetos precisa ser feito de forma adequada e também preventiva para que não voltem a incomodar.
Depois de identificada, essa praga pode ser controlada com a aplicação de produtos líquidos pulverizados nos locais da infestação. O controle também é possível por aplicação de gel nos locais onde as baratas se alojam e transitam.
Fonte: Bayer

Baratas vêm do vizinho para meu restaurante, o que posso fazer? | Controle de Baratas BH

O restaurante faz o controle de pragas, mas os vizinhos? Alexandre é dono de uma cozinha comercial e passa por este problema, nossos especialistas aconselham o empresário.
O Alexandre é leitor do blog da Insetan e é dono de um restaurante. O estabelecimento fica bem ao lado de uma loja que lida com estoque. É comum encontrar caixas de papelão e, para afugentar insetos, os proprietários deste comércio frequentemente utilizam naftalina.
Com isso, muitas vezes, as baratas e outros bichos correm para se refugiar no restaurante. Ele quer saber quais são as responsabilidades do vizinho já que ele tem o controle integrado de pragas em dia.
canstockphoto21700301

Fomos atrás do Engenheiro Agrônomo e Analista Técnico da Insetan, Dhiego Freitas Rocha. Ele explicou que a nafitalina é um repelente químico que não leva os insetos ao óbito, mas que passa do estado sólido para o gasoso (sublimação) e pode fazer com que estes animais se refugiem em outros locais como edificações vizinhas.
Alguns estabelecimentos, como do setor alimentícios e medicamentos são obrigados a realizarem o controle períodico de pragas, outros não. No caso de depósitos, se estocam alimentos ou medicamentos precisam sim realizar o controle, caso não, o controle seria feito por bom senso.
O Analista recomenda que o restaurante realize a desinsetização periódica de seu estabelecimento e utilize técnicas para impedir o acesso e a proliferação de insetos no local, como instalação de telas em ralos, calhas e janelas. “Mantenha o local sempre limpo e organizado, realize triagem de mercadoria eliminando caixas de papelão e de verduras antes de estocar em seu depósito, matenha os resíduos sólidos armazenados em recipientes com tampa até receberem a destinação adequada, evite acúmulo de materias em desuso e substitua os desgastados, vede possíveis frestas e aberturas em azulejos e sob pias”, recomenda. Estes cuidados que podem ser feitos por uma empresa controladora de pragas urbanas, são responsáveis pelo controle de 80% de possíveis infestações no seu restaurante.

Controle de Barata de esgoto

Falaremos sobre algumas técnicas de prevenção e controle de baratas que geralmente habitam locais com muita gordura e matéria orgânica em abundância como galerias de esgoto, bueiros, e caixas de gordura. Cientificamente conhecida por Periplaneta americana, a barata de esgoto, juntamente com a Blatella-germanica são as duas baratas mais comuns de serem encontradas em ambientes urbanos.
Com as chuvas, estes ambientes inundam e advinha só pra onde estas baratas buscam abrigo? Em nossas casas. Por isso a importância da prevenção, que se baseia, principalmente, no controle ambiental, interferindo diretamente para evitar que o inseto encontre alimento e abrigo. Como por exemplo:

Dicas para prevenção controle de baratas de esgoto

  1. Evite uso de  caixas de papelão, uma vez que as baratas podem se alimentar de celulose. Utilizar papelão tratado ou plástico para guardar pertences.
  2. Verifique caixotes, gavetas, e todo tipo de material que entre em sua casa e possa estar servindo de transporte ou abrigo às baratas e suas crias.
  3. Mantenha limpo a cozinha, despensa e também seus pertences, como fornos, armários, eletrodomésticos, coifas, sob pias e outros lugares que possam acumular gordura e restos alimentares.
  4. Organize o lixo em sacos plásticos e dentro de latas apropriadamente fechadas e limpas.
  5. Colocar telas, grelhas, ralos do tipo “abre-fecha”, sacos de areia ou outros artifícios que impeçam a entrada desses insetos através de ralos e encanamentos.

Baratas: elas estão mais perto do que você imagina | Pragas domésticas

Tirando as calotas polares, podemos encontrar baratas nos mais diversos ambientes ao redor do mundo. A maior parte delas, no entanto, vivem distantes dos seres humanos. Estima-se que de todas as mais de 4 mil espécies de baratas que já foram catalogadas, apenas 1% buscam o convívio com o homem – são as baratas domésticas.
Elas vivem bem próximas ao ser humano, nas residências ou ao redor das estruturas em que vivemos. Por mais que exista uma crença de que a presença de baratas demonstre que o local não possua altos níveis de higiene ou conservação, as baratas não são muito criteriosas quando escolhem o local em que vão morar.
Uma ambiente bem conservado e limpo, por exemplo, não impede que estes insetos possam se propagar ali. Segundo Dhiego Freitas Rocha, que compõe a equipe de técnicos da Insetan, um dos principais fatores que levam as baratas para próximos dos seres humanos é a disponibilidade de abrigo, água e alimento, como já abordamos em outros textos.
Provavelmente, o fato de estarem tão perto do ser humano faz com que as baratas sejam um dos insetos que mais incomodam e causam aflição, angústia, stress, e outros distúrbios nos moradores do que qualquer outro inseto que geralmente se aproxima do ser humano.
Mesmo que elas não sejam muito importantes do ponto de vista médico, quando comparadas à outras pragas urbanas capazes de transmitir doenças – como insetos transmissores de doenças como a Dengue, Malária, Febre Chikungunya, etc – as baratas podem ser vetores de doenças causadas por disseminação mecânica de patógenos diversos. Patógenos estes, adquiridos ao percorrerem esgotos e lixeiras, por exemplo, além de ter a possibilidade de trazer protozoários dentro do próprio corpo que, eventualmente, podem causar doenças.

Veja algumas sugestões retiradas do texto “dez dicas para se evitar as baratas em casa

  1. Mantenha sua casa limpa. Assim, as baratas não serão atraídas;
  2. Retire caixas de papelão, cartelas de ovos e outros recipientes propícios ao abrigo dessas criaturas;
  3. Mantenha alimentos guardados sempre em recipientes fechados;
  4. Armários devem estar sempre fechados;
  5. A despensa da casa é um local que precisa estar em constante vigilância. Por ser onde a maior parte dos alimentos são guardados, os recipientes devem estar sempre vedados;
  6. Preste atenção nas caixas de gordura e galerias, elas são as principais portas de entrada do esgoto para sua casa;
  7. As tampas dos ralinhos também merecem cuidado especial;
  8. Verifique periodicamente os cantos de armários e paredes;
  9. Observe as rachaduras nas paredes que possam servir de abrigo para as baratas;
  10. Dê adeus aos “lanchinhos” na mesa do escritório para não atrair as baratas e outras pragas para o seu computador.