Pergunte ao Especialista: Usei um produto para exterminar cupins que deixou um cheiro forte no ambiente. Como acabar com o odor?

Seja bem-vindo à seção “Pergunte ao Especialista”. Aqui você tira todas as suas dúvidas sobre insetos e pragas urbanas. Mande suas perguntas para a gente!
eliminar cupins
Dúvida:
Tive problemas com infestação de cupim no meu guarda-roupas e usei um produto da marca Sayerlake para exterminá-los. Consegui matar as pragas mas o procedimento desencadeou uma crise alérgica em mim e no meu filho de 5 anos. Depois de sete dias voltei as roupas ao armário, porém o cheiro ainda persiste, mesmo que bem mais fraco. Como faço para acabar definitivamente com o cheiro desse veneno que é a base de óleo?
Pergunta enviada por Felipe Calheiro.
Resposta:
O cupinicida utilizado é um produto que, pela Ficha Técnica e Fispq, não possui registro na ANVISA para utilização domissanitária. Os Piretroides de maneira geral causam irritabilidade, o que desencadeia crises alérgicas. Por isso devem ser tomadas medidas de precaução com relação a saúde de pessoas e animais.
As recomendações de utilização de produtos domissanitários líquidos que devem ser observados são:
– Crianças, idosos, gestantes, alérgicos e animais de estimação devem permanecer fora do ambiente por um período de 24 horas após a aplicação. Adultos sem história de hipersensibilidade podem retornar ao ambiente após o período de quatro horas;
– O ambiente imunizado deve permanecer bem ventilado para retorno das pessoas e animais.
A eliminação do odor causado pelo solvente orgânico do produto sairá com o passar do tempo e a aeração do ambiente. Quanto maior a ventilação do móvel mais rapidamente é exalado o odor do vapor orgânico da resina de petróleo existente na composição do produto utilizado.

Como as abelhas podem levar uma pessoa à morte

O site do jornal Estadão publicou hoje uma notícia sobre a morte de um sargento da Polícia Militar carioca após um ataque de abelhas, ocasionado por um tiroteio que acertou uma colmeia. A princípio acreditaram que o policial fora atingido por um tiro, mas logo que o corpo foi encontrado a Polícia confirmou a morte foi em decorrência das picadas dos insetos.
Sabemos que uma ferroada de abelha é algo bastante doloroso, mas nem sempre nos damos conta do risco que essa situação oferece. E aí fica a pergunta: como as abelhas podem levar um ser humano à morte?
A bee on a honeycomb (close-up)
Apitoxina é o nome do veneno produzido pelas glândulas no abdômen da abelha e depositado nas vítimas através de um canal no ferrão. Em pessoas alérgicas esse veneno pode levar à morte em minutos, já que ele causa uma reação anafilática que afeta o funcionamento do coração e do sistema circulatório. Em um ser humano não alérgico a morte por picadas de abelhas também pode acontecer, mas essa situação é bem mais rara: em seu estado normal de funcionamento o organismo do homem pode suportar até 20 picadas por quilo de peso corporal (em média 1.400 picadas para uma pessoa de 70kg). É raro, mas acontece. Então fique atento e proteja sua casa e sua família do perigo das abelhas.
Com informações dos sites Ambiente Brasil e Manual Merck.