menu

Pergunte ao especialista

Tire todas as suas dúvidas em relação às pragas urbanas. Muitas delas tiram o nosso sono e dão dor de cabeça. O melhor a fazer é contratar uma empresa de dedetização para resolver esse incômodo. Criamos uma seção no blog para responder às perguntas dos leitores que sofrem com pragas, a “Pergunte ao Especialista”. Confira algumas dúvidas que chegaram à nossa bióloga responsável, Viviane Alves de Avelar.

Dúvida:
Boa tarde!
Estou com um sério problema em minha residência. O telhado está infestado de pombos. Já fechamos aberturas no telhado para impedir a entrada, mas eles insistem em voltar. Quando subimos no forro nos espantamos com os ninhos, muitas penas e uma coisa me chamou a atenção: junto as penas, pó, tem também umas larvas amarelas bem clarinha e um besouros pretos, mas bastante. Esses bichos podem ser em decorrência dos pombos? Essas larvas e besouros invadem conduites, buraquinhos de tomadas e lustres.
Não sabemos mais o que fazer, já utilizamos produtos especiais para afugentá-los, cds espalhados pelo telhado, fitas metálicas, etc. A preocupação é o quanto isso estará fazendo mal para minha família, sendo que meu marido e sogra tem bronquite alérgica.
Se possível me esclareçam sobre as larvas e besouros e como espantar essas pombas.
Resposta:
Diana,
Bom dia,
Apesar de serem veículos de inúmeros microorganismos patogênicos, pombos e pardais são aves e, todas estas, são protegidas por Lei Federal do IBAMA sendo considerado crime inafiançável seu controle.
A única medida possível e legal de ser realizada é realmente a utilização de barreiras físicas que impedem o pouso e alojamento destas em sua edificação assim como a eliminação de qualquer tipo de oferta alimentar existente.
Com relação ao relato da “larva amarela” acredito que possa ser piolho ou até mesmo ácaro existente em seu corpo e comumente encontrado em áreas altamente infestadas.
Para que possa identificar de forma mais adequada tanto estas “larvas amarelas” quanto os besouros relatados é necessário que haja uma vistoria adequada na residência, coleta de material e análise. Apenas desta forma a identificação será correta.
Entre em contato conosco para que possamos realizar esta vistoria e apresentar soluções para o problema relatado.

______________________________________________________________________________________________

Dúvida:
Moro em Cláudio-MG, a cidade está infestada por pernilongos. Ninguém dorme, eles estão mais resistentes.  Gostaria de saber se tem como fazer uma detetização na cidade?
Obrigada!
Alba
Resposta:
Alba,
Bom dia,
Em muitos municípios brasileiros tem havido o mesmo relato apresentado por você no que se refere à infestação por mosquitos. Este problema é soma de várias medidas inadequadas de controle utilizadas durante longos períodos de tempo e que vem refletir nos dias atuais em infestações de grandes proporções e de controle dificultado.
O controle de mosquitos deve ser adotado por toda população, sejam Culex sp., Aedes sp. ou qualquer outra espécie é necessário e imprescindível a eliminação de pontos de ovoposição (qualquer tipo de fonte de água parada) pois ambas as espécies acima citadas necessitam de depósitos de água para depositar seus ovos.Culex sp., o conhecido pernilongo caseiro, é um Mosquito que ovoposita em água preferencialmente sujas e seu controle deve abranger rios, córregos, açúdes e similares.
O controle deve ter, pelo menos, duas etapas que se complementam:
– Tratamento focal em todos os pontos de ovoposição
– Tratamento espacial, com periodicidade quinzenal em toda a cidade.
Como soluções paliativas você pode telar (com tela mosquiteiro) todas as janelas e acessos de sua residência minimizando os acessos dos adultos em seu interior. Podem também ser adotadas telas sobre as camas que também minimizam o incômodo causados pela atividade destes.
A adoção de controle adequado em sua cidade é a forma mais efetiva de minimização da questão levantada.

______________________________________________________________________________________________

Dúvida:
Precisamos de solução eficaz para despombalização e desratização.
Obrigado.
Resposta:
Renato,
Bom dia,
Com relação aos questionamentos abaixo esclareço:
– Despombalização não é um termo válido e nem utilizado. O controle de pombos não é permito sendo considerado Crime Inafiançável. O que pode ser utilizado é a adoção de barreiras físicas impeditivas de pouso e nidificação.
– Com relação a desratização existem métodos extremamente eficazes e adequados a cada tipo de ambiente. O controle deve ser realizado com iscas (atrativos alimentares) somados à medidas de Manejo Ambiental adotado na área.
Entre em contato conosco para expor com maior clareza a situação que vem enfrentando para que possamos direcionar melhor seus questionamentos.

40 respostas para “Pergunte ao especialista”

  1. Não é permitido que os pombos sejam mortos, mas há alguma forma de repelir os pássaros de uma determinada área? Já ouvi falar que colocar CDs no telhado das casas pode ajudar, já que a luz refletida pelos CDs incomoda os pombos. É verdade?

    1. Boa tarde André,
      A forma mais adequada de repelir os pombos é através da utilização de equipamentos desestabilizadores de pouso, que devem ser instalados em todos os locais onde estas aves comumente utilizam para pousar. Existem vários tipos no mercado, que vão desde pastas que causam urticária nas patas dos animais (e que não devem ser aplicadas em locais de incidência de calor) até mesmo pista de agulhas. Para determinar a forma de repelência adequada ao seu ambiente, ideal que seja feita uma vistoria prévia da área.
      Agradecemos seu contato.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnico – CRBio – 16.441/4-D
      (31) 3423-2500

  2. Tenho 4 cachorros bem tratados, que tomam banho regularmente, mas não consigo acabar com carrapatos e pulgas. Já tentei todo tipo de veneno, que resolve por alguns dias, mas depois voltam o dobro ou triplo e se espalham pela casa. Já faz quase 1 ano que estou em guerra com essas pragas e não consigo acabar com elas. O que devo fazer?

    1. Boa tarde Juliana,
      Esse problema recorrente possivelmente está sendo causado por um controle inadequado destas pragas. O controle de ambas deve ser realizado num mesmo momento nos animais e no ambiente para que não ocorra reinfestações recorrentes. Além disso, o produto utilizado deve ser adequado a este tipo de controle, assim como a forma do tratamento.
      Fale com uma de nossas Assistentes Comerciais pelo telefone 3423-2500. Elas estão à sua disposição para lhe propor o melhor plano de serviço para a solução deste problema em sua residência.
      Agradecemos o envio de sua dúvida.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnico – CRBio 16.441/4-D
      (31) 3423-2500

  3. OLÁ, TUDO BEM ? GOSTARIA DE SABER SE FOSSE POSSÍVEL, CLARO, DO QUE SE TRATA AQUELA COISA QUE CHAMAM NOS INTERIORES NO NORDESTE COMO BICHO DE RUMA. OBG.

    1. Boa tarde Jessé,
      Bicho de Rumo é uma lagarta (Lagarta do Cartucho) considerada importante praga da agricultura, principalmente nas culturas de milho.
      Agradecemos seu contato.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnica – CRBio 16.441/4-D
      (31)3423-2500

  4. Por favor, estamos com um grande problema aqui em nosso lote.
    Tínhamos um galinheiro, este ficou repleto de piolhos, então acabamos com o galinheiro, as galinhas e limpamos tudo, mas os piolhos ficaram!
    Já tentamos de tudo. Água sanitária, produto bolfo, inseticida comum de spray e por fim chamamos a dedetização. Já vieram três vezes, porque na primeira não resolveu, nem na segunda e estou aqui desesperada porque não resolveu na terceira também.
    Gostaria de saber se existe solução para este inferno chamado piolho de galinha. Obrigada!

    1. Boa tarde Ana Paula,
      O Controle de Piolhos de Aves (Malófagos) deve ser realizado de forma abrangente, aplicando produto inseticida adequado em toda a área onde estas se abrigavam, assim como em todos os locais de trânsito.
      A forma de aplicação adequada seria a atomização, para atingir todos os pontos do terreno (incluindo frestas e paredes). Realizando o tratamento com o produto adequado e a forma de aplicação adequada, o controle será extremamente eficaz.
      Agradecemos seu contato.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnico – CRBio 16.441/4-D
      (31) 3423-2500

  5. Todas as noites sou incomodado por mosquitos que aparecem por volta das 21h. A preferência deles é pelo banheiro, cozinha e meu quarto, o que acaba atrapalhando meu sono. Para minimizar, sou obrigado a vestir camisas de manga e calças compridas.
    Os mosquitos não fazem nenhum barulho, são acinzentados, magrinhos, com duas asas fininhas e pulam sobre minha pele. Como se procurassem o melhor local para picar. Por causa dessa ausência de barulho, acredito que não seja o culex, que na minha região chamamos de muriçoca.
    Esse comportamento de pular acontece também sobre minha cama. Não é o Aedes aegypti também, pois não possui listras brancas.
    Moro numa região com boa infraestrutura e casa limpa. Cuido da higiene na cozinha diariamente, esfrego água com sabão em pó no chão e passo pano com alvejantes, água sanitária e desinfetante de eucalipto. Também já coloquei a água sanitária pura nos ralos. Mesmo assim, esses mosquitos aparecem.
    O quintal tem folhas secas no chão. Ainda não pude limpar. De qualquer maneira, não acho que essa seja a razão.
    Acordo com pontos vermelhos pelo corpo e não sei como identificar a origem dessas pragas.
    Ainda não usei inseticidas porque tenho gatos em casa.
    Poderiam dizer qual será a espécie? Ou então recomendar algum livro/material que explique as variedades de insetos que atacam residências?
    Faz semanas que busco informações na internet, mas são muito pobres em conteúdo.
    Obrigado pela atenção.

    1. Boa tarde Paulo,
      A Ordem Díptera, na qual estão inseridos os mosquitos, possui 85.000 (oitenta e cinco mil) espécies conhecidas e catalogadas segundo Neves e colaboradores, em seu livro Parasitologia Humana – 10ª edição.
      A identificação correta de qualquer espécie se dá por análise visual e algumas vezes até microscópica. Apenas as informações enviadas acima não são suficientes para determinação adequada doe tipo de díptero que seria este que tanto lhe incomoda. Colete amostras (sem que haja danos à estrutura do inseto) e envie para análise. Só assim para se ter certeza de qual inseto está infestando sua residência.
      Não descarte a possibilidade de proliferação vinda de material orgânico em decomposição, pois muitas espécies de dípteros proliferam no tipo de matéria que você relata ter (folhas na área externa).
      Agradecemos seu contato.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnico – CRBio 16.441/4-D
      (31) 3423-2500

  6. Bom dia.
    Tem um pombo morto em cima do meu telhado e ontem encontrei muitas larvinhas pequenas e clarinhas bem na direção de onde está este bicho morto. Tive que desmontar a sala inteira, pois já tinha por todo lado: estante, tapete, tudo. Acho que está descendo do telhado, por ser forro de pvc, ele esta caindo dentro da sala. Nojento…
    Quero saber se estas larvas se proliferam ou não? Por que elas apareceram, é devido à decomposição do pombo?
    Já faz uns 15 dias que o pombo está em cima do telhado. Estas larvas vão demorar para desaparecer ou elas somem quando terminar a decomposição do bicho?
    Vocês acham que é possível eu conseguir alguém para tirá-lo do telhado agora, visto que já deve estar podre e desmanchando?
    E as larvas que ficarem no forro, tenho que dar um jeito de limpar ou elas morrem?
    E se eu passar inseticida nas beiradas do forro, o bicho morre?
    Aguardo retorno. Obrigada.

  7. Como posso fazer uma dedetização contra bactérias e fungos em uma chocadeira, sem que prejudique os próximos embriões dos ovos que vou recolocar novamente nessa chocadeira? Desde já, obrigado.

    1. Boa tarde Valdemir,
      Não há “dedetização para controle de bactérias e fungos”. Para o controle de fungos, você deve retirar toda a umidade do local, pois retirando a umidade, os fungos morrem. A eliminação de bactérias deve ser específica e utilizando produtos adequados de higienização e descontaminação, como alguns utilizados em hospitais humanos e veterinários.
      Obrigada por enviar a sua dúvida.
      Viviane Alves de Avelar
      Responsável Técnica – CRBio 16.441/4-D
      (31) 3423-2500

  8. tenho uma criação de galinhas caipiras e estas estao sendo atacadas por muitos pernilongos. o que podemos fazer para minimizar isso?

    1. Eduardo, atualmente, não temos no mercado um produto com efeito residual no ar eficiente para pernilongos, sendo que podemos trabalhar as características do ambiente para amenizar o problema. Lave freqüentemente os bebedouros dos animais esfregando com sabão, elimine possíveis objetos e pontos que possam acumular água. Se houver presença de vegetação no entorno, é recomendada a capina. Além disso, recolha e elimine entulhos que possam estar acumulados. Com estas medidas, a população destes insetos será menor, assim como o incômodo por eles causado.

      <

      del datetime=”2015-01-23T15:03:16+00:00″>

  9. olá, hoje encontrei insetinhos minusculos nos meu livros, menos de 1mm, e uma cor meio marrom clara, encontrei 3 deles, 2 em um livro e 1 em outro, somente passei o dedo encima e eles morreram, DEI UMA PROCURADA E NÃO ENCONTREI MAIS NENHUM, MAS TENHO MEDO DE TER PASSADO DESPERCEBIDO POR SER MUITO PEQUENO E POR PODER TER OVOS, PESQUISEI UM POUCO E ACHO QUE SE PARECE COM PIOLHO DE LIVRO, SERÁ QUE EXISTE ALGUMA MANEIRA DE DETETIZAR SEM DANIFICAR OS MEUS LIVROS? OBRIGADO.

    1. Henrique, pela descrição parece sim se tratar de um inseto conhecido como piolho de livros. O que deve ser observado durante o serviço neste caso é a forma de aplicação. Pode ser utilização um pulverizador elétrico de ultra baixo volume (UBV), que dissipa o inseticida em uma névoa com gotas bem pequenas. Uma pulverização convencional pode ser usada nas estantes e por trás destas, desde que sejam liberadas para aplicação. Solicite a visita de profissional experiente com este tipo específico de praga para analisar seu caso em particular. 


      1. OLÁ. ESTOU PESQUISANDO A TEMPO SOBRE ESSE PIOLHO DE LIVRO. MINHA CASA ESTÁ INFESTADA. EM TODOS LUGARES EU ACHO. FIZ DETETIZAÇÃO EM SPRAY E DEPOIS DE 7 DIAS ELES CONTINUAM APARECENDO PELAS PAREDES. JOGUEI MUITA COISA FORA COMO CAIXAS. HJ DEPOIS DE 7 DIAS A EMPRESA FOI LA PRA COLOCAR O VENENO EM FORMA DE PÓ. PERCEBO QUE ELES NAO SABEM LIDAR COM ESSE INSETO, ELES MESMOS NAO CONHECIAM. DETALHES DO MEU AP: AP NOVO, MAS NA CIDADE QUE MORO JA FAZEM 3 MESES QUE CHOVE MUITO. HUMIDADE ALTA. MUTIA COISA MOFANDO FACIL, INCLUSIVE CALCADOS, ROUPAS E PAREDES…..A PERGUNTA É: EXISTE ALGUM VENENO ESPECIFICO? QUAIS OS CUIDADOS DEVO TOMAR PRA O AMBIENTE NAO SER PROPICIO PRA ESSES INSETOS? AGRADEÇO DESDE JA A ATENÇÃO PRESTADA.

        1. Boa tarde,
          Infestações por Psocóptera são originadas de ambientes que apresentam alto grau de umidade e fungos disponíveis para alimentação. São comumente originados de fundos de armários embutidos que possuem contato com umidade e alta reprodução de fungos.
          Para o controle efetivo primeiro deve-se descobrir a origem da infestação (se atrás de algum armário embutido ou piso ou outro. A aplicação deve ser ampla mas deve focar de forma incisiva o local de origem. Para tal é necessário que tenha acesso. O produto domissanitário a ser utilizado deve ser prescrito pelo responsável técnico da empresa controladora assim como determinação da metodologia adequada.
          Caso esteja em MG entre em contato conosco que temos a solução do problema apresentado.

  10. dETETIZEI MEU AP. FAZ UMA SEMANA E ESTÃO APARECENDO BARATAS. qTO TEMPO LEVA PRA ACABAR DEPOIS DA DETETIZAÇÃO. aCABARAM 90 POR CENTO, MAS ESTÃO SURGINDO NA COZINHA ESTOU COM MEDO DA INFESTAÇÃO.
    fICO MUITO AGRADECIDA DA RESPOSTA.
    aTT;
    lIZ

    1. Elizabeth, não é comum a ocorrência de baratas uma semana após o serviço de desinsetização. Para falar com mais precisão, seria necessários mais informações como a espécie infestante (barata de esgoto ou baratinha francesa), do produto utilizado e dos locais onde estão aparecendo. Pode acontecer de algum ponto de infestação ter passado despercebido pelo técnico que realizou ou serviço ou o produto utilizado, alguns produtos possuem um efeito desalojante mesmo no período residual, o que faz com estes animais saiam de seus abrigos. Entre em contato com a empresa que realizou o serviço e informe o acontecido.

  11. Bom dia
    Faço a puverização contra o mosquito da Dengue com o produto demand 2,5 e gostaria de sbe de quanto em quanto tempo ele deve aplicado ?
    obrigada

    1. A frequência de aplicação vai depeder do ambiente, a recomendação geral é que matenha uma frequencia quinzenal. Para o controle de mosquitos do gênero Aedes, não podemos esquecer da importância dos cuidados a serem tomados com o ambiente como não manter água limpa e parada em recipientes sem tampa, manter baixa a vegetação do entorno da edificação, instalar telas nas janelas e manejar adequadamente os resíduos solidos, armazenando em recipiente com tampa até a destinação adequada.

  12. Olá
    Estou com problemas de pulga de pombos em casa
    Provavelmente deve ter sido a minha gata de estimação que as colocou para dentro, pois as mesmas pousavam no pátio e gata com o seu instinto e desejo de caça tentava apanha-las.
    As pulga ou parasitas deixados pelas patas das aves da mini pombas era captada pelas patinhas da gata e inseridos dentro de casa quando a gata entrava
    Existe algum produto e medicamento para a desinfecção? Desde então não tenho uma noite tranquila de sono e sem falar que todas as roupas estão contaminadas com esta praga
    Já ensaquei tudo selei os sacos com as roupas em geral e os coloquei para fora de casa para ferver e lavar mais tarde quando resolver a infestação.
    Gostaria de saber se dá para adquirir e qual produto que seja extremamente eficas parausar por um profissional da dedetizadora de minha cidade.
    Agradeço uma posição de vc, s.
    Alberto

    1. Alberto,
      Sem analisar a espécime infestante, não podemos identificar a praga, nem a origem e a disseminação da infestação. O mais adequado é coletar um indivíduo, analisar o ambiente e determinar a correta forma de controle. Pragas diferentes são controladas com técnicas diferentes e produtos adequados e apropriados. Indicação de tratamentos sem a identificação correta do problema não é a medida adequada para a completa solução do problema.
      Caso esteja em Belo Horizonte, entre em contato conosco que temos a solução para a questão apontada.
      Obrigada por nos enviar a sua dúvida.

  13. Boa noite , Ha alguns dias atras começaram a surgir do nada do meu quarto insetos pequenos , marrons , na verdade parecem mini besouros , Eles voam e a todo momento aparecem mais , quando eu os mato É possivel ouvir um barulho , como se eles tivessem exoesqueleto , estou bastante assustada pois nao sei de onde vem e nem o que fazeR! O que seriam esses bIchinhos?

    1. Boa tarde,
      Os animais observados podem ser sim besouros. Sendo besouros, são insetos pertencentes a Ordem Coleóptera. Saliento, que todo inseto possuem exoesqueleto. Se acaso forem besouros podem ser Coleópteros conhecidos como brocas de madeira, podem ser Coleópteros que se alimentam de sementes e palha (que comumente infestam colares e demais adornos fabricados com matéria vegetal – sementes, palhas).
      Apesar de haver a possibilidade de realmente serem Coleópteros não há como precisar exatamente apenas com a descrição realizada.
      Caso esteja em MG envie seu contato que entraremos em contato pois temos a solução de todos os problemas relacionados a pragas.

  14. Em minha casa apareceram cupins em uma das portas e na mesa, em meu sofá ao se deitar ou sentar sentíamos coceiras e alguma coisas se mexer no cabelo no corpo, e depois de jogarmos fora todos estes objetos este mesmo inseto ou parasita esta na casa toda não sabemos o que é e oque fazer já dedetizamos a casa duas vezes e estamos sentindo a mesma coisa.

    1. Antônio,
      Boa tarde,
      Cupins não parasitam nenhum ser humano ou animal. Eles apenas forrageam em busca de alimentos (celulose e derivados). Esse prurido relatado tem origem em algum outro tipo de problema existente na residência.
      Sempre à disposição,

  15. Boa noite,
    Em minha casa esta ocorrendo alguns piolhos de pardais. Gostaria de saber o que usar para controlar essa praga.
    Queria saber se água sanitária ajuda? E tbm estou usando butox. Mas não obtive resultados muito satisfatórios.
    Desde já agradeço.

    1. Júlio,
      Bom dia,
      Recomendo que o controle seja realizado por empresa especializada, utilizando produto domissanitário (registrado no Ministério da Saúde) específico. A utilização de produtos não domissanitários (butox) não deve ser realizada pois leva ao risco de intoxicação de organismos não alvos.
      Caso esteja em MG envie seus dados que temos a solução para o problema apresentado.

  16. bOM DIA
    Gostaria de saber se o piolho de pombo pode sobreviver dentro de caixas de papelão, se conseguem se eclodir(se proliferar)?
    Att:

    1. Jizéli,
      Bom dia,
      Os piolhos de pombos são insetos pertencentes a ordem Mallophaga.As malófagas, também são conhecidas como piolhos mastigadores de pelos e penas, são insetos pequenos, com 1 a 11 mm, não têm asas e têm corpo achatado piloso com aparelho bucal mastigador bem forte. Desenvolvem-se por metamorfose incompleta (ovo – ninfa – adulto) e os ovos são deixados sobre o corpo do hospedeiro, colados aos pelos ou penas. Dos ovos nascem as ninfas que já têm um aspecto semelhante aos adultos (4 a 7 dias na fase de ovo, 15 a 20 na fase de ninfa e, depois, torna-se adulto (após duas trocas de casca – ecdises). Como regra, desde que nascem permanecem num só hospedeiro; no entanto, quando dois animais ficam em contato entre si, podem passar de um para o outro. Alimentam-se de pelos (espécies pilívoras) e de escamas da pele. As espécies penívoras ingerem produtos retirados das penas. Algumas espécies podem ingerir sangue que aflora na pele ferida do hospedeiro. As malófagas dos pombos são as que mais nos preocupam nos centros urbanos e são duas espécies mais encontradas parasitando essas aves: a Mallophaga columbicola e a Columbicola columbae. As malófagas não atacam o ser humano e nem transmitem doenças aos animais; contudo, quando a infestação nos pombos (por exemplo, com ninhos nos forros das casas, especialmente se houver frestas), for muito grande, o prurido que causam em seus hospedeiros é exasperante e eles se coçam sem parar, provocando queda desses insetos de seu corpo. Dessa forma é comum encontrarmos esses insetos aos milhares naquele ambiente e que podem cair desse forro nos recintos abaixo. Quando isso acontece, essas malófagas rapidamente procuram se abrigar entre dobras de tecidos que possam existir nesse recinto (imaginem o que vai acontecer se elas caírem em um quarto de dormir ou mesmo em uma sala onde haja sofás e quetais). Quando bate a hora da fome, essas malófagas procuram o que comer e talvez subam pelo corpo de alguma pessoa (especialmente se ela estiver dormindo) e vão tentar mordê-lo em busca de alimento. Obviamente não encontram o que procuram, mas daí o mal e o incômodo já está feito. Principalmente se esse hospedeiro errático for alérgico à picadas e mordidas de insetos. Como os ovos são colados às penas não é costumeiro encontra-los em otros locais fora o animal parasitado.

    1. Olá Victor!
      Piolhos de Livros são insetos pertencentes a Ordem Psocóptera. Esses insetos alimentam-se de fungos, polém e fragmentos de insetos mortos. Proliferam e alojam em locais com alto teor de umidade. O controle deve ser específico e amplo, utilizando metodologia apropriada por profissionais capacitados.
      Caso esteja em MG envie seu contato telefônico que temos a solução para o problema apresentado.
      Abraço.

  17. Ao entrar em casa eu já sinto como que algo que salta sob minha cabeça e parece que estão se mexendo em meus cabelos, e no pescoço as vezes sentimos ferruada estou usando vinagre com agua tem amenizado mas tem dia que esta demais e é em toda a casa incluindo a garagem, avistamos algumas pombas, já fiz barreira física para inibir o pouso deles será que tem alguma relação, o que eu faço peço ajuda.

    1. Antônio,
      Apenas com o relato acima não há como precisar a origem desse desconforto na região da cabeça. Pombos possuem alguns ectoparasitas mas não são considerados saltadores. Existem piolhos de aves comumente encontrados transitando pelas paredes de edificações infestadas mas se houvesse essa notificação você teria visualizado sua atividade.

  18. BOM DIA,SOU DE CURITIBA PARANÁ .
    ESTOU COM PROBLEMAS NO MEU BOX,
    ALGUMAS LARVAS PEQUENAS ,QUE APARECEM QUANDO ENTRAMOS NO BANHO A DUCHA SENDO DIRECIONADA NO FRISO DO BOX ,FAZ ELAS SAIRÉM SEMPRE QUE TOMAMOS BANHO ,GOSTARIA DE SABER O QUE SÃO E COMO ELIMINO ELAS.DESDE JÁ MUITO OBRIGADO.

    1. Nunes,
      Bom dia,
      Geralmente alguns dípteros podem ovopositar em locais protegidos e com alto grau de umidade. Desses ovos eclodem larvas que ali permanecem até desenvolvimento completo do ciclo. A existência de um ambiente úmido e com alimento disponível (descamação de pele, fungos) favorece a livre reprodução e consequente aumente de infestação na área.
      Você deve realizar o controle (desinsetização) em toda área e após o controle deve realizar o fechamento do vão existente na base inferior do box com silicone evitando assim novas infestações no local.
      Lembre-se que o controle deve ser realizado por profissional capacitado de empresa especializada utilizando produtos domissanitários (produtos registrados no Ministério da Saúde).
      Abraço,

Deixe um Comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Cadastre-se para receber nossa newsletter!

Fique por dentro de nossa novidades!

Posts Relacionado

Solicite seu orçamento ou tire suas duvidas.

FIQUE LONGE DE DOENÇAS E INCÔMODOS CAUSADOS PELAS PRAGAS.
FALE CONOSCO.

%d blogueiros gostam disto: