Controle de Pragas X Sanitização.

Entenda a diferença e conheça as vantagens de cada processo.

A Insetan realiza dois procedimentos fundamentais para evitar doenças e riscos à nossa saúde. O primeiro deles é o Controle de Pragas. O segundo é a Sanitização. Confira agora a diferença entre eles e por que é tão importante realizá-los periodicamente, principalmente em tempos de Covid-19.

Controle de PragasSanitização
O que é:É um conjunto de ações técnicas, físicas e químicas para o controle de pragas que se complementam para um efetivo resultado com maior segurança, maior efetividade e menor impacto ao meio ambiente.É o processo de desinfecção que visa a eliminação de 98% da carga de microorganismos patogênicos existentes no ambiente. 
O que combate:Baratas, ratos, escorpiões, aranhas, formigas, mosquitos, cupins e outras pragas urbanas.Microorganismos como vírus, fungos, bactérias e protozoários causadores de doenças.
Onde geralmente é feito:Residências, comércio, indústrias e todo ambiente com circulação de pessoas. Muito utilizado pela indústria, especialmente de alimentos. Agora, com a pandemia, passa a ter importância para residências e empresas que atendem o consumidor final.
Quem deve realizar o trabalho:Profissionais qualificadosProfissionais qualificados
Curiosidades:Antigamente o termo “dedetização” era utilizado para aplicação de produtos químicos para o controle dos mais diversos tipos de pragas. Esse termo hoje foi substituído por “Controle de Vetores e Pragas” pois engloba muito mais que apenas a aplicação de produtos químicos. Esse processo deve ser realizado com técnicas e produtos específicos e cuidados profissionais e ambientais específicos de forma a evitar contaminação cruzada e/ou acidental de pessoas e ambientes.

Para saber mais sobre Controle de Pragas ou Sanitização, chame a Insetan pelo

Whatsapp (31) 99361-8426 ou ligue (31) 3423-2500 e faça um orçamento.

Conhecer sobre as aranhas é tão importante quanto saber evitá-las.

Existem aproximadamente 35 mil espécies de aranhas no mundo. Muita gente não sabe, mas elas são muito importantes para o ecossistema. Sabe por quê? Aranhas são carnívoras e predadoras capazes de regular a população de outros artrópodes, principalmente insetos. E isso é muito importante, porque quando esses artrópodes se multiplicam muito, eles podem se tornar pragas.

Muitas espécies de aranhas são inofensivas ao homem. Mas acidentes graves podem ocorrer com algumas espécies, como a aranha marrom (Loxosceles), a aranha de jardim ou tarântula (Lycosa), a viúva-negra (Latrodectus) e a aranha armadeira (Phoneutria).

Outro problema é que, na maioria das vezes, as aranhas não são identificadas corretamente pela vítima da picada ou pelos médicos.

As aranhas possuem hábito noturno e preferem alojar-se em troncos, pedras, raízes, folhas verdes e/ou secas, sob cascas ou fendas, etc.

Em ambientes altamente arborizados ou com perímetro externo favorável à infestação de aranhas, um controle efetivo é realizado através da adoção de barreiras físicas em portas e janelas da edificação, assim como a implantação de telas em ralos do chão, pias ou tanques. Um controle químico realizado de forma pontual utilizando formulação não desalojante e de efeito de choque também ajuda muito.

MEDIDAS PREVENTIVAS

  • Adotar Ralos tipo escotilha (“abre-fecha”).
  • Deixar os lixos tampados. 
  • Fechar fendas e frestas.
  • Limpar ao entorno do estabelecimento.
  • Manter organização no estoque deixando matérias prima em locais seguros (prateleiras, recipientes com tampa etc.).
  • Não acumular entulhos e lixo.
  • Seguir plano de inspeção e/ou cronograma encaminhado pela Insetan

Se precisar, entre em contato pelos telefones (31) 3423-2500 e (31) 9 9361-8426ou peça um orçamento pelo site em insetan.com.br.

Sanitização: entendo como ela pode ajudar você a (re)conquistar os clientes

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

A sanitização é um processo de higienização largamente utilizado pela indústria, especialmente a alimentícia. Agora, com a chegada no novo coronavírus, também passa a ter importância para empresas que atendem ao consumidor final. 

Tecnicamente, trata-se de uma espécie de desinfecção química. É feita (ou ao menos deveria ser) por profissionais qualificado.  Quando bem utilizada, realmente é eficaz: elimina mais de 98% dos microrganismos causadores de enfermidades (vírus, bactérias, protozoários), existentes no ambiente, inclusive em ambientes fechados e com uso de ar condicionado.

CUIDADOS

Este é um tipo de serviço técnico bastante minucioso, que deve ser realizado somente com produtos sanitizantes registrados no Ministério da Saúde. Dentre os permitidos estão o hipoclorito, o dióxido de cloro, os iodóforos, o ácido paracético (PAA) e os compostos de quartenário de amônia (QACS). Antes de autorizar o serviço, confira se os produtos estão corretos.

Um outro cuidado é ter certeza que os profissionais que estão realizando o serviço estão devidamente capacitados, paramentados e com equipamentos especializados para essa aplicação (atomizadores, nebulizadores, pulverizadores manuais e outros). Isso, no mínimo, mostra que a empresa contratada investe em treinamento e processos de segurança.

TRAZENDO SEUS CLIENTES DE VOLTA

Nesse momento que a pandemia causada pelo novo coronavírus mostra-se em declínio, e vários tipos de empresa começam a reabrir, implementar um processo de sanitização pode ser uma ótima alternativa.  Ao fazer isso e comunicar ao seu público, você estará mostrando que tem preocupação e cuidado com a saúde de seus clientes, protegendo-os não só do vírus da Covid-19, mas também de várias outras doenças causadas pelos mais diversos micro-organismos. 

O serviço de sanitização é oferecido por nós e o valor é bem mais acessível do que pode imaginar. Para solicitar um orçamento sem compromisso, utilize o formulário abaixo ou entre em contato pelo telefone (31) 3243 2500 ou pelo WhatsAp p(31) 9 9361 8426