Prejuízo das pragas no ambiente urbano

Ratos, cupins, baratas, aranhas, mosquitos, pernilongos. A lista de insetos é grande e vai desde os bichos que parecem inofensivos, como as pequenas formigas, até aqueles que podem levar à morte, como os escorpiões. Nos ambientes urbanos, sejam casas, condomínios, empresas ou setor alimentício, esses bichos costumam aparecer com frequência e os prejuízos causados pelas pragas urbanas podem ser enormes.
 
Popularmente perigosos por serem vetores de diversas doenças e bactérias, as pragas urbanas também geram danos em todo o ambiente urbano, desde imóveis até alimentos. Os cupins, por exemplo, são capazes de destruir diversas estruturas como telhados e construções de madeira e  além de comprometerem alvenaria, borracha, gesso, concreto e fios elétricos.
 
Outro terror dos ambientes urbanos são as traças, que roem tecidos, causando estragos em roupas e estofados. Os livros também são alvos desses pequenos insetos voadores. Já os mais corriqueiros, como baratas, formigas e ratos contaminam todos os lugares por onde passam, principalmente alimentos, que futuramente podem ser ingeridos e causarem infecções.
Para combater todas essas pragas, é importante dedetizar os ambientes de maneira específica. A desratização, por exemplo, controla roedores, como ratos, ratazanas e camundongos. Há também a descupinização, processo necessário para eliminar as colônias de cupins. E, para insetos em geral, como baratas e escorpiões, a desinsetização é o ideal.

As chuvas e a proliferação de pragas urbanas

O calor e as chuvas formam um cenário bastante favorável para o surgimento das mais diversas pragas urbanas. Ratos, baratas, formigas, mosquitos, moscas, aranhas e até escorpiões podem aparecer nesta época do ano em que as inundações atingem seus esconderijos e eles precisam sair em busca de alimento e um abrigo seco para se restabelecerem. Eles podem ser atraídos pela sujeira e também por restos orgânicos que acabam se acumulando nos cantos de ambientes internos e externos. Por isso, é importante ficar atento aos hábitos simples que podemos praticar para amenizar os efeitos das proliferações e nossa casa e evitar ao máximo as chances de infestações.
As lixeiras devem sempre ser muito bem vedadas, tanto as que ficam dentro quanto as que ficam fora de casa. Importante lembrar que não se deve deixar que o lixo se acumule por mais de 48h, uma vez que os restos e o mau cheiro pode atrair as pragas. Nas áreas externas como jardins e quintais, as lixeiras devem ser mais altas, pois os animais podem rompê-las e espalhar o conteúdo atraindo ainda mais pragas.
Também é importante tomar cuidado com as pias. Por incrível que pareça, lavar a louça também ajuda a manter as pragas longe de casa. Jogue água fervente nos ralos para matar as bactérias e evite jogar resíduos sólidos e restos de comida lá dentro. E lembre-se: se sua casa já está infestada, confie a eliminação destas pragas a uma dedetizadora. A Insetan, empresa de dedetização certificada pela ISO 9001, conta com uma equipe qualificada, produtos licenciados pelo Ministério da Saúde e um serviço de eliminação de pragas comprovadamente eficaz.

Cuidados para evitar escorpiões

O escorpião é uma praga bastante temida pelas pessoas no meio urbano. Nas estações mais quentes, como a primavera e o verão, a preocupação aumenta já que há uma elevação na quantidade de escorpiões no meio urbano. Nas cidades, os escorpiões são encontrados, na maioria das vezes, onde há lixo acumulado, entulhos, terrenos baldios, materiais de construção com armazenagem incorreta e jardins sem o devido cuidado. A presença dessa praga urbana pode ocasionar acidentes sérios. O escorpião amarelo é um dos grandes causadores desses acidentes, alguns tendo como consequência a morte do acidentado.
Com as chuvas da primavera, os alojamentos naturais dos escorpiões ficam inundados obrigando os animais a saírem em busca de abrigo e alimento. Isso significa que é chegada a época de lançarmos mão de maiores cuidados para evitar uma infestação tão perigosa. Algumas ações simples, porém muito eficazes, para evitar problemas com escorpiões são: instalação de telas em ralos e caixas elétricas , de gordura, de esgoto, evitar que outras pragas como as baratas, grilos e cupins, que atraem os escorpiões, apareçam e se estabeleçam no local e o controle químico com ajuda de profissionais qualificados e produtos específicos registrados no Ministério da Saúde para o controle desta praga.