As vantagens da dedetização

Ratos, baratas, formigas, cupins e outras pragas trazem diversos prejuízos para a sua casa, objetos, alimentos e o pior: prejuízo para a sua saúde e para a saúde de todos que vivem no ambiente. Por isso, quando as chances de infestações são grandes, é melhor a solução ficar nas mãos de profissionais. Para quem está em dúvida sobe os benefícios da dedetização, nós separamos alguns vantagens a dizer sobre ela.
Pode ser que o aparecimento de alguns insetos ou ratos não seja inicialmente um incômodo, mas definitivamente um sinal de que o problema pode aumentar e sua casa acabar infestada. Esta, aliás, é uma vantagem da dedetização: ela ajuda a impedir uma grande disseminação de pragas em sua casa, eliminando os focos desde o início. Mais uma vantagem é o uso correto e responsável dos produtos de controle de pragas. Os profissionais de uma dedetizadora sabem a aplicação correta de inseticidas e raticidas, bem como a substância certa para cada espécie de animal.
Outro benefício da dedetização vem de seu caráter preventivo. Quando a dedetização é feita de forma regular, há chances de sua casa se ver livre de pragas urbanas por longuíssimos períodos. Por isso, para proteger a sua casa e sua saúde, não hesite em procurar uma dedetizadora de confiança que pode garantir um serviço de controle de pragas de qualidade.

Insetos no frio – eles continuam por aí

É comum, quando chegam as épocas mais frias, observarmos que as pragas costumam sumir de nossa vista. E, levados pelas aparências, acreditamos que nossos problemas com elas chegaram no fim. Mas o que realmente acontece neste período é que os insetos realmente ficam mais isolados, seu metabolismo diminui e vemos uma diminuição de suas atividades. É justamente isso que causa a impressão de que eles nos deixaram. Para os insetos maiores, o frio é bem mais suportável, por isso, no inverno eles entram numa espécie de hibernação.
Esses insetos ficam alojados até que as temperaturas voltem a subir e, assim, as atividades de seu metabolismo. Com a volta das atividades, eles estão aptos inclusive para procurar alimento e abrigo dentro de nossas casas. Os insetos menores, por não terem um corpo tão forte, acabam não aguentando as baixas temperaturas e parte deles morrem. No entanto, devemos ficar atentos ao fato de que seus ovos e larvas continuam vivos, preparando para surgirem totalmente formados na primavera.
Por isso, não descarte a possibilidade de contratar uma dedetizadora quando as temperaturas estão mais baixas. Na verdade, esta prática é até mesmo uma boa estratégia para garantir uma primavera e um verão livres de infestações, uma vez que a dedetização no inverno funciona como uma ótima ação preventiva.

5 tipos de pragas de jardim

Também há pragas urbanas que assolam o nosso jardim. Conheça algumas delas:

1- O pulgão

Pulgões num caule de funcho
Pulgões num caule de funcho

Os pulgões são insetos sugadores que medem mais ou menos de 3 a 5 mm e habitam os brotos das plantas tirando delas a seiva. Costumam ser de cor verde, mas podendo também ser encontradas em preto ou vinho. Além de roubar a seiva da planta, os pulgões se reproduzem muito rápido e podem causar o atrofiamento da planta.

2- Cochonilha sem escama

São insetos sugadores e costumam se alojar em folhas e hastes e no comprimento das nervuras para sugar a seiva das plantas. Sua medida é de aproximadamente 10 mm.

3 – Ácaros

Uma eletromicrografia de um ácaro (Aceria anthocoptes). A barra branca tem 30 µm.
Uma eletromicrografia de um ácaro (Aceria anthocoptes). A barra branca tem 30 µm.

Estes são velhos conhecidos nos jardins. São insetos como pequenas aranhas que entram na parte de dentro das folhas para tecer sua teia de fio muito fino. As folhas atacadas acabam de enrolando dessas teias e ficam ressecadas.
 

4-  Lacerdinha

lacerdinha
Lacerdinha

É um inseto muito pequeno (0,4-0,5 mm) com o corpo fino e alongado e duas asas franjadas, é muito rápido, principalmente nas horas mais quentes do dia. Sugam a seiva da planta, deformando as folhas e brotos.
 

5- Percevejos

Muito famosos, eles são de tamanhos, formas e colorações variadas. O que os tornam comuns nas diversas espécies é o aparelho bucal sugados e a presença de escudo triangular no dorso e as asas anteriores subdivididas.

As pragas urbanas na primavera

As pragas estão por aí o ano todo, mas são nas estações mais quentes e úmidas que elas são mais vistas andando pela nossa casa. O aumento do calor e da água no ar colabora para viabilizar a reprodução e aceleram o metabolismo desses animais. Nesta época, costumam aparecer revoadas de cupins alados que sobrevoam as lâmpadas, é uma tática para o acasalamento e formação de novas colônias.
Os alagamentos causados pelas fortes chuvas que caem nesse período atingem os alojamentos de ratos, baratas, escorpiões e formigas fazendo com que saiam em busca de um novo abrigo. Além disso, o aumento da temperatura favorece também o aumento do número de insetos, o que colabora ainda mais para as grandes infestações. Por estas razões, é de extrema importância que residências e estabelecimentos comerciais, sobretudo os do mercado alimentício, estejam sempre bem limpos e resguardados com serviços preventivos de dedetização.
Nesse período, a procura pela dedetização é sempre válida. Busque uma empresa de dedetização confiável que conte com uma equipe qualificada, certificações reconhecidas e que utilize produtos registrados pelo Ministério da Saúde.

Grandes mentiras sobre dedetização

Antes de contratarmos uma empresa de dedetização pela primeira vez, surgem muitas dúvidas. E, às vezes, recorremos à internet ou a opinião dos outros sobre o assunto. E é assim que acabamos entrando em contato com muitas informações deturpadas sobre os serviços de dedetização e sobre as dedetizadoras. E é por isso que decidimos esclarecer 4 mitos sobre o controle de pragas para ajudar você a fazer as escolhas certas na hora de acabar com alguma infestação.

1- Produto para dedetização bom é aquele que tem cheiro forte.

As pessoas costumam associar a intensidade do cheiro de um inseticida à sua eficácia. No entanto, isso não passa de informação falsa. Com o avanço da tecnologia química, a maioria dos sprays atuais não exalam um odor muito forte e isso não significa que não são potentes. Pelo contrário, hoje é possível dizer que o cheiro dos produtos nada tem a ver com sua qualidade.

2- Se eu não vejo nenhuma praga em minha casa é porque não há infestação.

Este é um erro bastante comum. Muitas pessoas pensam não ter problemas com pragas quando não as veem dentro de casa. Os insetos, roedores e aracnídeos que habitam sua casa podem aparecer somente à noite ou estarem alojadas em cantos muito escondidos. A melhor forma de saber se sua casa está realmente infestada é contratando a avaliação de especialistas. Procure uma dedetizadora.

3- Posso combater uma séria infestação sem ajuda, só com receitas caseiras.

O controle de pragas é uma técnica profissional séria para combater infestações de animais que podem trazer sérios prejuízos ao ambiente e à saúde de quem nele vive. Embora existam muitas receitas caseiras indicadas para acabar com ratos, baratas, formigas e outros bichos, são os profissionais devidamente treinados que, além de conhecerem todas as peculiaridades das mais varias espécies, que vão saber lidar com seu controle.

4- Posso contratar qualquer dedetizadora

Quando chegar a hora de contratar uma empresa de dedetização, cheque como é feito o seu trabalho. Verifique se possui certificações e se utilizam produtos licenciados pelo Ministério da Saúde. Somente uma empresa confiável com uma equipe altamente qualificada pode fazer um serviço de controle de pragas realmente eficaz.

Abelhas robôs: uma novidade tecnológica

É sabido que a possibilidade de vivermos num mundo em que as abelhas são extintas é assustadora. Elas são fundamentais para o equilíbrio de todo os ecossistemas e a falta desse bichinho seria de fato uma catástrofe. E isso nos leva a um futuro (quase) imaginário em que nossos campos e cidades são cheias de abelhas robóticas.
 

Ainda que esta ideia de futuro pareça papo de ficção científica das mais bizarras, o projeto tem sim a parte real. Pesquisadores de Harvard iniciaram o projeto Robobees. As abelhas robôs idealizadas têm a anatomia inspirada na biologia dos insetos bem como seu comportamento dentro das colmeias.  Além disso, há pesquisas para o desenvolvimento de um protótipo de coordenação a distância. O objetivo é que este protótipo auxilie na polinização automatizada.

Proteja-se contra pulgas

As pulgas são problemas recorrentes nas residências, principalmente nas que têm animais de estimação como cães e gatos. A pulga é uma praga urbana que se espalha muito facilmente em ambientes favoráveis a seu estabelecimento, pois oferecem abrigo, água e alimento. Mas para além disso, as pulgas possuem poucas exigências para se adaptar. Isso faz com que o meio urbano seja também o local para que elas façam dos pets e dos humanos seus hospedeiros. E isso significa que, mesmo que você não tenha nenhum bichinho de estimação, deve se preocupar: as pulgas também podem ser transportadas pelos ratos.
O principal alimento das pulgas é o sangue e é pela picada que elas podem transmitir doenças graves como o tifo. Elas se reproduzem facilmente em locais mais quentes. Por isso, procure colocar seus animais de estimação em locais mais arejados, dê banho nos bichinhos uma vez por semana e mantenha o local que escolheu para eles sempre limpo. Colocar rejunte nos pisos também ajuda a evitar que as pulgas encontrem passagens para acessar o interior da casa e também que estabeleçam alojamento.
Se sua casa já está infestada, confie a eliminação destas pragas a uma dedetizadora. A Insetan, empresa de dedetização certificada pela ISO 9001, conta com uma equipe qualificada, produtos licenciados pelo Ministério da Saúde e um serviço de eliminação de pragas comprovadamente eficaz.

As lindas escamas das borboletas

Borboletas também têm escamas. E são lindas! Usando a maravilhosa técnica da macrofotografia, que permite a captura de pequenos detalhes numa fotografia, o fotógrafo Linden Gledhill fez um álbum impressionante com imagens das asas de várias borboletas. O resultado é tão bonito que até parece que Glendhill compôs pinturas abstratas.
Você pode ver mais dessas imagens em seu Flickr.

Baratas também conversam sobre comida

Uma coisa que a gente sabe: comida é sempre assunto para as pessoas. Uma coisa que a gente não sabe: para as baratas também. Sim, esses insetos também conversam entre si sobre o jantar. Alguns cientistas britânicos partiram da hipótese de que, para encontrarem comida, as baratas fizessem uso de um sistema de comunicação para compartilhar informações. Para tirar a prova, fizeram um teste simples: colocaram dois tipos de comida – parecidas entre si – em recipientes diferentes colocando-as à disposição das baratas. O resultado foi curiosíssimo: todas elas foram juntas para um único vasilhame, só partiram para o segundo uma vez terminado o primeiro.
Os cientistas da Universidade de Londes então concluíram que se não houvesse ali uma articulação comunicativa entre as baratas, elas se espalhariam desordenadamente entre os dois alimentos. O próximo desafio dos pesquisadores é descobrirem como a comunicação é feita.

Um jogo para aprender sobre insetos

Pode acreditar: os insetos ajudam muito no aprendizado. E foi com essa ideia na cabeça que estudantes da Universidade Federal de Santa Catarina (LANUSC) criaram um jogo denominado “Painéis Interativos”. Nas palavras dos criadores, “trata-se de aparelhos eletrônicos que oferecem ao usuário um jogo em torno de um determinado tema. Para vencer neste jogo, o usuário deve responder perguntas e associar características de amostras em exposição ao material visual e auditivo apresentado. Pode ganhar e perder pontos. Desta forma, o usuário é “forçado” a se ocupar com o assunto abordado”.
Como o game é bastante interativo e abarca vários temas, os insetos também podem ser abordados nos Painéis. Há um específico chamado “Você conhece os insetos?”, em que 16 insetos servem de base para uma série de perguntas.