Ratos: pragas urbanas com alto poder de destruição

Ratos

Podemos afirmar, sem medo de errar, que a grande maioria da população mundial tem um verdadeiro asco de ratos. Mas, além de causar nojo, esses roedores possuem um poder de destruição capaz de parar mecanismos essenciais para a vida moderna.
Em 1975, uma grande pane elétrica parou o metrô de uma das maiores cidades do mundo, São Paulo. Os responsáveis pelo caos naquela época foram os milhões de ratos que tomaram os túneis e roeram cabos elétricos fundamentais para o funcionamento do metrô, e o sistema travou. Continue lendo “Ratos: pragas urbanas com alto poder de destruição”

Chumbinho não é eficiente para matar ratos

Rato
Roedor causador de doenças

Além de serem responsáveis por causar várias doenças nos seres humanos, os ratos também podem afetar o ciclo econômico. Eles podem infectar alimentos de grandes distribuidores, contaminar estoques de supermercados e sua urina pode gerar um surto de leptospirose.
A forma correta de eliminar esses roedores é dedetizar os ambientes regularmente e nunca usar receitas caseiras, como o chumbinho. Comercializado ilegalmente, essa substância pode causar graves intoxicações e os especialistas afirmam que ela não é eficaz no combate a essas pragas.
Leia as perguntas mais freqüentes sobre o chumbinho: Continue lendo “Chumbinho não é eficiente para matar ratos”

Ratos infestam arquipélago de Galápagos

Tartarugas de Galápagos
Famosas tartarugas de Galápagos, sofrem com as ações do roedores

Para resolver o problema, diretores do Parque Nacional contrataram uma empresa de controle de pragas. Uma das principais estratégias adotada pelos prestadores de serviço foi jogar diversos “biscoitos cilíndricos” envenenados na ilha de Rábica, através de um helicóptero. O veneno irá afetar apenas os ratos, garante os diretores da empresa. No arquipélago, a fauna é diversificada. Entre os animais de destaque, estão os leões-marinho, a tartaruga de Galápagos e distintas espécies de aves.

Espécies que apresentam alto índice de crescimento

A população de ratos cresce de forma descontrolada no Arquipélago de Galápagos, composta por 56 ilhas e localizado próximo ao litoral do Equador. Duas espécies proliferam mais do que as outras:

Ameaça ao ecossistema das ilhas

Os ratos consomem ovos de tartaruga. Além disso, são portadores de diversas doenças. Um número elevado de roedores no arquipélago ameaça a sobrevivência de iguanas e das 50 diferentes espécies de aves marinhas e terrestres.

Tentativa de desratização em Galapagos não é recente

Por enquanto, a tentativa de eliminação dos ratos é feita apenas na ilha de Rábica, uma das menores do arquipélago, com 720 hectares. No entanto, a tentativa de desratização no conjunto de ilhas acontece desde 2008. Naquela época, o veneno era disperso manualmente.

Galápagos ficará livre dos ratos em aproximadamente 20 anos, afirma um dos diretores do projeto, Víctor Carrión.

Chuvas de verão aumentam os riscos de doenças

brown rodent

Com a chegada da temporada de chuvas de verão, cresce o número de casos de leptospirose. A leptospirose é transmitida pelo contato com água ou lama contaminada pela urina de ratos.
A época de chuvas também proporciona o aparecimento de ratos, baratas e animais peçonhentos, como o escorpião, em residências. Os animais ficam alojados em esgotos e tubulações devido ao intenso calor. Com a chuva, estes animais procuram outros locais para se instalar.
Algumas medidas podem ser tomadas como prevenção:

  • Evite a todo custo o contato com a lama e as sujeiras trazidas pelas águas das enchentes
  • Proíba as crianças de brincar com a água de chuva. Caso isso aconteça, retire-as imediatamente e providencie um banho com água limpa e sabão
  • Em casos de ferimentos, lave a parte afetada com água limpa e sabão e, conforme a extensão ou profundidade da ferida, procure atendimento médico.
  • Em caso de sinais e sintomas de doenças, procure logo um serviço de saúde para avaliação médica
  • Depois de uma inundação, a limpeza dos locais afetados deve ser feita sempre com botas de cano alto ou botinas com perneiras, além de luvas ou mangas de proteção. Se não tiver esses equipamentos à mão, utilize sacos plásticos duplos para proteger mãos, braços, pés e pernas
  • Durante a limpeza, lave bem o chão, as paredes, os utensílios domésticos e as roupas atingidas pela água da chuva com sabão e água. Caso seja possível, utilize água fervendo para a lavagem. Não se deve usar água de inundação nem qualquer água contaminada para beber, fazer gelo, escovar os dentes, cozinhar ou lavar roupa
  • Mantenha o lixo em recipiente com tampa, já que ele atrai insetos e moscas e é principal fonte de alimento para os ratos. Caso tenha animais de estimação, como cães e gatos, retire e lave os vasilhames de alimentação dos animal todos os dias antes do anoitecer, pois eles também podem ser contaminados pela urina do rato
  • Dê destino adequado às fezes e aos detritos. Não jogue lixo em esgotos, córregos e terrenos baldios, pois, além de atrair roedores, o acúmulo dificulta o escoamento das águas, agravando o problema das inundações

Em casos de grande infestação de pragas urbanas, procure uma empresa responsável e especialista em desratização e dedetização

A importância da desinsetização para prédios e condomínios

low-angle photography of two white high-rise buildings

Várias pragas urbanas (a exemplo das baratas, formigas, aranhas e ratos) se escondem em pontos estratégicos de condomínios e prédios. E pelo tamanho da estrutura de concreto, dá para imaginar o tempo que se gastaria até que você encontre, por acaso, um dos vários esconderijos dessas pragas urbanas. Até lá, elas podem ser dezenas ou centenas de pequenos seres prontos para trazer diversos problemas para sua casa.

white concrete building under cloudy sky during daytime
Foto por Mitsuo JR em Unsplash

 

Evitando o problema
A melhor forma de combatê-los é, sem dúvida, a prevenção. E, nestes casos, o recomendado por especialistas é a desinsetização a cada 6 meses em áreas de convívio comum do prédio ou condomínio, como salões de festas, churrasqueiras, garagens e corredores.
Os cuidados necessários durante a desinsetização
Enquanto os técnicos estiverem aplicando a desinsetização, é importante que você e seus animais de estimação se mantenham distante da área, pois o contato com o veneno pode trazer problemas a saúde. É justamente por isso que os especialistas em desinsetização usam roupas e acessórios para realizarem esse tipo de trabalho.
Contrate a melhor empresa
Se você é o responsável pela contratação de uma empresa especializada em desinsetização, lembre-se de informar aos moradores o dia e horário em que eles deverão evitar as áreas que serão desinsetizadas. Porém, se você contratar uma empresa responsável, registrada, experiente e com forte presença no mercado, você será informado sobre todos os procedimentos adequados para a segurança dos moradores, além de um trabalho rápido e eficiente.