Cidade carioca adota estudo de pragas como forma de prevenção à doenças

Cidade carioca adota estudo de pragas como forma de prevenção à doenças

O município de Itaperuna, no Norte Fluminense, adotou a prática da entomologia, que consiste no estudo de insetos sob aspectos diversos, como forma de prevenção à doenças como a dengue e a malária, entre outras. A captura é feita com uma armadilha luminosa padrão, o inseto é sugado por um pequeno ventilador e preso a uma rede para ser estudado. O trabalho é realizado em parceria entre a Coordenação de Vigilância Ambiental em Saúde (CVAS) da Secretaria Municipal de Saúde e o Centro de Estudos e Pesquisa em Antropozoonoses (CEPA).

De acordo com Heron Macedo, coordenador da CVAS, as ações são monitoradas por técnicos que informam os tipos de insetos encontrados nas localidades do município. O município recebe ainda amostras de larvas durante o Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegipty (LIRAa). “Realizamos também a técnica de arrasto com flanela branca para captura de carrapatos como mais uma ação preventiva no município”, pontuou Heron.

 

Com Informações de G1 Rio

 

Deixe seu comentário

45 - 38 =