Seu estabelecimento está livre das pragas?

Seu estabelecimento está livre das pragas?

Estar no meio das pragas urbanas é, sem dúvidas, uma das coisas mais desagradáveis que possa existir, a batalha travada não é somente com insetos peçonhentos e sim com pragas em geral (roedores, aracnídeos, ácaros, dentre outros).

– Ameaça à saúde e à reputação da empresa

A presença de pragas em ambientes comerciais demonstra uma grande falha no comprometimento da empresa com a higiene, revela um desinteresse pela qualidade dos produtos ou serviços oferecidos e com o bem-estar de clientes e funcionários. O controle de vetores e pragas, principalmente em estabelecimentos voltados para a alimentação como lanchonetes, cozinhas industriais ou mesmo em outro ramo como farmácias, escolas ou hospitais, deve ser mantido sempre em dia.

– Boas práticas para serviços de alimentação é previsto em lei

Estar com o controle de pragas atualizado é mais que uma amostra da preocupação da empresa com o bem-estar de clientes e funcionários, é uma obrigação. De acordo a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), qualquer empresa, indústria ou laboratório que contenha um restaurante, lanchonete ou outro ambiente em que haja a manipulação de alimentos deve estar sempre atento ao que se refere às pragas. A RDC 216, em vigor desde setembro de 2004, é uma resolução que estabelece boas práticas para os serviços de alimentação. Nela existe um capítulo dedicado exclusivamente ao Controle Integrado de Vetores e Pragas Urbanas em que deixa claro, no item 4.3.1, que “Deve existir um conjunto de ações eficazes e contínuas de controle de vetores e pragas urbanas, que tenham o objetivo de impedir a atração, o abrigo, o acesso ou a proliferação dos mesmos”.

– Pode doer no bolso

Além do eminente prejuízo referente à imagem do estabelecimento, a não obediência às normas da Anvisa pode acarretar a interdição do estabelecimento e multas que variam de R$ 2 mil à R$ 1,5 milhão de reais, custo muito mais alto se compararmos com o investimento em prevenção do controle de pragas. A resolução completa, que traz todas as informações sobre boas práticas para serviços de alimentação, pode ser acessado clicando aqui.

Qualquer um pode fazer denúncias sobre empresas que não cumprem as regras de higiene pelo Sistema de Atendimento ao Cidadão (SAC), no site portaldeservicos.pbh.gov.br ou pelo telefone 156.

Deixe seu comentário

7 + 2 =