Veneno contra escorpião?

Veneno contra escorpião?

Existem muitas divergências quanto ao controle e combate de escorpiões. Com isso, é comum escutarmos informações que, muitas vezes não são verdadeiras, por isso, é necessário esclarecer algumas questões.

Uma das mais comuns é sobre a existência de formulações químicas para o combate a estes animais. Segundo a bióloga e responsável técnica da Insetan, Viviane Avelar, existem produtos capazes de exterminar escorpiões.

Antes de irem ao mercado, de acordo com a bióloga, estes produtos são testados quanto a toxidade e eficiência, para só então, receberem o registro do Ministério da Saúde. “Depois de realizadas as devidas experiências, o órgão libera a formulação para ser utilizado em devido fim. Alguns podem ser usados para o combate a baratas e escorpiões, por exemplo, outros, apenas para escorpiões, etc. Hoje, existem no mercado mais ou menos cinco formulações que possuem o registro de eficiência no combate aos escorpiões”, explica a bióloga.

Para que o tratamento contra esta praga urbana seja eficaz, é necessário também o auxílio das pessoas que transitam pelo ambiente em que o inseto está. Estes indivíduos têm papel importante, pois podem evitar o acúmulo de material que pode servir de abrigo pelos escorpiões.  “Assim, a empresa de controle de pragas conseguirá fazer uma aplicação ampla atingindo todos os pontos do local”, recomenda Avelar.

A bióloga lembra ainda que a aplicação de produtos para escorpião deve ser feita por equipe altamente qualificada e treinada, que consegue aplicar os produtos em locais adequados observando sempre os hábitos das pragas a serem controladas.

2 comments:

  1. JUliano Balarini Gonçalves

    Alguem pode me informar se os escorpiões tem a capacidade de mergulhar?

    Reply
    1. Dedetização Insetan

      Os escorpiões são resistentes às condições adversas. Algumas espécies sobrevivem submersas em água por dezessete horas e meia, ou congelados, enterradas na neve a 5.000 metros de altitude, ou ainda em temperaturas escaldantes, escondidos entre as pedras dos desertos de Takama no México, Mojave nos Estados Unidos ou Saara na África (CARVALHO NETO, 1994).

      Reply

Deixe seu comentário

+ 80 = 87