Robô em forma de escorpião examinará reatores da usina nuclear de Fukushima

Robô em forma de escorpião examinará reatores da usina nuclear de Fukushima

A companhia japonesa Toshiba criou um robô inspirado nos escorpiões para captar imagens no interior dos reatores da antiga Central Nuclear de Fukushima, no Japão. Assim como o artrópode, a máquina consegue dobrar sua “calda” de forma a elevar uma câmera acoplada na sua extremidade, oferecendo uma visão segura aos cientistas sobre a localização do combustível nuclear. Dobrado, o robô-escorpião tem 26 centímetros, mas consegue se achatar o suficiente para passar por entre espaços apertados e atravessar tubos.Ele é preso por um cabo e operado por controles similares aos de vídeo games.

O robô foi projetado para suportar grandes quantidades de radiação por até dez horas. A missão, que está planejada para acontecer no final de agosto, segundo a Toshiba, seria perigosa demais para humanos. A usina de Fukushima ficou em ruínas depois que um tsunami devastou boa parte da costa japonesa em 11 de março de 2011, implicando em um dos maiores desastres nucleares da história (ficando atrás apenas do acidente nuclear de Chernobil, em 1986). Três dos seis reatores nucleares foram danificados. Passados mais de quatro anos, a usina continua liberando material radioativo.

O projeto veio em momento oportuno, já que os reatores precisam de manutenção. Em fevereiro deste ano, foram registradas taxas altíssimas de radioatividade na água e no solo da região, atingindo um pico de 7230 becqueréis de strontium-90 por litro – um nível 70 vezes maior de radiação considerado habitual.

Naquela época, a Tokyo Electric Power Company, proprietária da usina, já havia tentado realizar missão parecida ao enviar outro robô inspirado em um animal, em formato de cobra. A máquina até conseguiu gravar um vídeo, mas acabou morrendo três horas depois, incapaz de lidar com a radioatividade. Em certo momento, o vídeo mostrou o medidor de radiação com a marca de 9,7 sieverts por hora – valor suficiente para uma pessoa morrer em apenas uma hora.

Assista ao vídeo em inglês com o robô escorpião em operação:

Fonte: Smithsonian

Deixe seu comentário

79 + = 82