Baratas: elas estão mais perto do que você imagina | Pragas domésticas

Baratas: elas estão mais perto do que você imagina | Pragas domésticas

Tirando as calotas polares, podemos encontrar baratas nos mais diversos ambientes ao redor do mundo. A maior parte delas, no entanto, vivem distantes dos seres humanos. Estima-se que de todas as mais de 4 mil espécies de baratas que já foram catalogadas, apenas 1% buscam o convívio com o homem – são as baratas domésticas.

Elas vivem bem próximas ao ser humano, nas residências ou ao redor das estruturas em que vivemos. Por mais que exista uma crença de que a presença de baratas demonstre que o local não possua altos níveis de higiene ou conservação, as baratas não são muito criteriosas quando escolhem o local em que vão morar.

Uma ambiente bem conservado e limpo, por exemplo, não impede que estes insetos possam se propagar ali. Segundo Dhiego Freitas Rocha, que compõe a equipe de técnicos da Insetan, um dos principais fatores que levam as baratas para próximos dos seres humanos é a disponibilidade de abrigo, água e alimento, como já abordamos em outros textos.

Provavelmente, o fato de estarem tão perto do ser humano faz com que as baratas sejam um dos insetos que mais incomodam e causam aflição, angústia, stress, e outros distúrbios nos moradores do que qualquer outro inseto que geralmente se aproxima do ser humano.

Mesmo que elas não sejam muito importantes do ponto de vista médico, quando comparadas à outras pragas urbanas capazes de transmitir doenças – como insetos transmissores de doenças como a Dengue, Malária, Febre Chikungunya, etc – as baratas podem ser vetores de doenças causadas por disseminação mecânica de patógenos diversos. Patógenos estes, adquiridos ao percorrerem esgotos e lixeiras, por exemplo, além de ter a possibilidade de trazer protozoários dentro do próprio corpo que, eventualmente, podem causar doenças.

Veja algumas sugestões retiradas do texto “dez dicas para se evitar as baratas em casa

  1. Mantenha sua casa limpa. Assim, as baratas não serão atraídas;
  2. Retire caixas de papelão, cartelas de ovos e outros recipientes propícios ao abrigo dessas criaturas;
  3. Mantenha alimentos guardados sempre em recipientes fechados;
  4. Armários devem estar sempre fechados;
  5. A despensa da casa é um local que precisa estar em constante vigilância. Por ser onde a maior parte dos alimentos são guardados, os recipientes devem estar sempre vedados;
  6. Preste atenção nas caixas de gordura e galerias, elas são as principais portas de entrada do esgoto para sua casa;
  7. As tampas dos ralinhos também merecem cuidado especial;
  8. Verifique periodicamente os cantos de armários e paredes;
  9. Observe as rachaduras nas paredes que possam servir de abrigo para as baratas;
  10. Dê adeus aos “lanchinhos” na mesa do escritório para não atrair as baratas e outras pragas para o seu computador.

Deixe seu comentário

10 + = 16