Pulgas e carrapatos

Pulgas e carrapatos

A presença de pulgas e carrapatos costuma ser um pesadelo para os animais e seus tutores. Além de incomodar, estes parasitas podem provocar irritação, alergias e transmitir doenças, para os bichos e também, para os humanos.

“As pulgas causam incômodo e irritação, além de serem vetores de doenças, verminoses e causa de alergias. Assim como elas, os carrapatos também podem transmitir várias doenças aos animais e seres humanos, algumas até fatais como a Babesiose Canina e a Erliquiose Canina, além de outras como a Febre Maculosa e Doença de Lyme”, explica a médica veterinária da Clinica Veterinária Progênie Nicoly Dias Serápio.

Para proteger seus animais, a recomendação da veterinária é que desde filhotes, os pets sejam protegidos com substâncias específicas: antipulgas e carrapaticidas. “Alguns produtos podem ser aplicados a partir de duas semanas de vida, variando de acordo com a marca. Mas estes produtos são medicamentos, por isso, os proprietários devem ficar atentos às indicações da bula, como dosagem e idade permitidas para o uso, possibilidade da utilização em fêmeas prenhes e lactantes, entre outros detalhes. Mas de forma geral, estes produtos são bastante seguros” orienta.

E ao achar um carrapato em seu animalzinho, a dica é levá-lo ao veterinário, para que ele faça a remoção do parasita. Se ele não for retirado inteiro (com a pinça) e uma parte continuar presa ao animal, ele pode desencadear irritações locais e inflamações. “O carrapato não deve ser espremido, nem jogado no lixo, e sim mergulhado em uma vasilha com álcool, para que garanta a morte do parasita” finaliza Nicoly.

Fonte: Paraná 

Deixe seu comentário

51 - = 50