Pragas do Verão: Escorpiões

Pragas do Verão: Escorpiões

Os escorpiões são os principais causadores de mortes por animais peçonhentos durante o verão. Eles estão presentes em lugares mais próximos que podemos imaginar. Apesar de possuírem uma quantidade muito pequena de veneno na glândula, mas de grande atividade tóxica, os ataques em crianças e idosos são quase sempre fatais quando não são tomadas as  providências corretas e no tempo adequado. Em adultos, as consequências, geralmente, são menos drásticas, mas também podem levar a morte.

O veneno do escorpião é absorvido pela pele e pelos músculos rapidamente e, em pouco tempo, entra na corrente sanguínea, rins, pulmão e sistema nervoso. O envenenamento por estes animais causa uma forte dor no local da picada que se irradia por todo o corpo, podendo ainda ocorrer inchaço e vermelhidão. A dor causada pode se tornar tão intensa que o paciente, em casos mais graves, entra em choque neurogênico que pode ser fatal. Outros efeitos visíveis, além da dor, são: aumento de todas as secreções, perturbações respiratórias, paralisia respiratória, choque devido ao aumento da pressão sanguínea, alterações cardíacas, vômitos, cólicas intestinais, diarreia, aumento da urina, tremores musculares, convulsões, paralisias musculares e outros.

Para se prevenir

Como já foi tratado em outros posts aqui no Blog da Insetan, estes aracnídeos sempre permanecem em locais com acúmulo de entulho e lixo, geralmente, relacionados à presença de insetos e pragas dos mais diversos tipos. Além de vetores de doenças, como as baratas, existem insetos que causam problemas imediatos podendo levar a pessoa à morte. É o caso dos escorpiões.

Veja mais sobre escorpiões no blog da Insetan

> Acidentes com animais peçonhentos aumentam no verão

> Temporada de chuva e calor abre alerta contra ataques de animais peçonhentos

> Região Nordeste de BH sofre com ataques de escorpiões

> Proteja-se dos ataques de escorpiões, comuns nesta época do ano

> Como posso acabar com os escorpiões (Perqunte ao Especialista)

> O repelente Sísmico e eficiente no combate aos escorpiões? (Pergunte ao Especialista)

 

Dicas da Fundação Oswaldo Cruz

De acordo com informações da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz/RJ), nas cidades, os escorpiões chegam a edifícios comerciais e residenciais, armazéns, lojas, madeireiras, depósitos e outros, por meio, principalmente, de instalações elétricas e esgotos. Segundo a Fiocruz, apesar de sensíveis aos inseticidas aplicados diretamente sobre eles, os escorpiões não são facilmente eliminados por meio das desinsetizações habituais, por conta de algumas características de seu comportamento.

Uma delas, por exemplo, é a capacidade destes aracnídeos de permanecer longos períodos sem se alimentar. Os escorpiões podem, ainda, ficar escondidos de dois a três meses sem se movimentar, o que dificulta sua exposição aos locais onde as aplicações são, geralmente, realizadas.

Algumas recomendações, que já demos aqui no Blog da Insetan, são bastante válidas e devem ser sempre seguidas para que estes animais não se sintam atraídos para próximo de sua casa, como por exemplo:

  • Mantenha jardins e quintais limpos, evite o acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico e material de construção nas proximidades.
  • Evite folhagens densas (plantas ornamentais, trepadeiras, arbusto, bananeiras) junto a paredes e muros das construções.
  • Mantenha a grama aparada.
  • Limpe periodicamente os terrenos baldios vizinhos numa faixa mínima de um a dois metros das casas.
  • Se residir em local de comum ocorrência desta praga, examine roupas e sapatos antes de usá-los, pois escorpiões podem se esconder neles e picam ao serem comprimidos contra o corpo.
  • Não coloque as mãos em buracos, sob pedras e em troncos podres. É comum a presença de escorpiões em lugares assim.
  • Use calçados e luvas de raspas de couro.
  • Feche soleiras das portas e janelas ao escurecer, pois muitos destes animais apresentam hábitos noturnos.
  • Use telas em ralos de chão, pias e tanques.
  • Evite a proliferação de insetos, eles são o principal alimento dos escorpiões.
  • Feche frestas e buracos em paredes, assoalhos e vão entre o forro e paredes, rodapés despregados, coloque saquinhos de areia nas portas e telas nas janelas.
  • Afaste as camas e berços das paredes, evitar que roupas de cama e mosquiteiros encostem-se ao chão. Não pendure roupas nas paredes.
  • Acondicione lixo domiciliar em recipientes que possam ser mantidos fechados para evitar baratas, moscas ou outros insetos dos quais os escorpiões se alimentam.
  • Preserve os inimigos naturais. Esta dica vale, principalmente, para as áreas rurais: lagartos, sapos, galinhas, gansos, macacos, quatis, aves de hábitos noturnos como coruja, etc.

Deixe seu comentário

35 - = 26