Pergunte ao Especialista: Como acabar com os cupins subterrâneos?

Pergunte ao Especialista: Como acabar com os cupins subterrâneos?

Esta é a seção Pergunte ao Especialista. Aqui você tira todas as suas dúvidas sobre insetos e pragas urbanas. Deixe sua pergunta nos comentários ou envie um e-mail para a gente!

Neste post vamos esclarecer duas dúvidas enviadas por e-mail pelo Ricardo, de Araraquara/SP. Ele teve problemas com cupins que apareceram nas tomadas de sua casa. Após receber nosso retorno surgiram outras dúvidas sobre a proteção dos móveis. Veja abaixo as dúvidas e suas respectivas respostas.

Dúvida:
Moro no 8º andar e aparecerão cupins subterrâneos em duas tomadas do meu apartamento. Contratei uma empresa especializada que passou um veneno da Syngenta em todos os rodapés, batentes e tomadas da casa. Comuniquei o síndico sobre o problema e foi feita uma barreira química em todo o solo ao redor do prédio. Passado um mês das aplicações ainda caem larvas de cupim das duas tomadas da minha casa. Não sei se o problema foi solucionado ou se devo fazer mais alguma coisa. Estou desesperado, pois o piso do meu apartamento é todo em madeira e tenho medo que isso possa danificá-lo e também os móveis. Tenho o costume de limpar todo o piso com querosene uma vez por semana e acredito que isso ajude um pouco. Esse procedimento é correto? O que devo fazer?
Pergunta enviada por Ricardo Ferreira.

Resposta:
A primeira coisa a ser feita é a verificação da espécie de cupim de solo infestante, pois cada espécie deve ser controlada de uma forma. Podem ser

– Coptotermes gestroi e Heterotermes sp. – são espécies que devem ser controladas preferencialmente através da metodologia de iscagem, menos invasiva e mais eficaz.

– Nasutitermes sp. – essa espécie não se alimenta de iscas e deve ser controlada com barreira química.

Como você relata permanência da atividade dos cupins, possivelmente há algum ninho satélite no interior da edificação que deve ser eliminado. Sugerimos que você faça contato com a empresa que lhe prestou o serviço para que verifiquem se houve falha na criação da barreira química em algum ponto do prédio.

Sobre o querosene usado na limpeza do chão alertamos que poderá acarretar a fuga dos cupins do piso para alguma outra área que contenha celulose (alimento dos cupins).

como_funcionam_os_cupins Pergunte ao Especialista: Como acabar com os cupins subterrâneos? Perguntas ao Especialista

Dúvida:
O técnico que veio fazer a inspeção para detectar a espécie apenas disse que era cupim subterrâneo. O tratamento indicado foi colocar veneno nos dois interruptores em que apareceram as larvas de cupim e fazer barreira química ao redor de todo o apartamento nos rodapés e batentes. Não sei se o produto usado (um cupinicida da Syngenta a base de água) é eficaz porque ainda caem algumas larvas dos interruptores. Meu maior medo é porque na parede infestada ficavam encostados alguns móveis. Eu os afastei uns 16 cm para não serem atacados. Perguntei ao dedetizador como saber quando um móvel está sendo atacado por essa espécie de cupim, ele falou que o ataque é parecido com o de madeira seca e que cupins subterrâneos apenas atacam móveis e madeira que tenham contato direto com a parede. Isso é verdade? O querosene eu estou passando uma vez por semana em todo piso do apartamento, não apenas na área afetada.

Outra pergunta: quando acontece a revoada é verdade que os cupins podem sair dos interruptores?
Pergunta enviada por Ricardo Ferreira.

Resposta:
Como já explicado cada espécie de cupim é controlado de forma diferente. O cupim subterrâneo da espécie Coptotermes gestroi por exemplo, alimenta-se de iscas e o tratamento recomendado é a iscagem e não a barreira química (que é recomendada para controle da espécie de cupim de solo Nasutitermes sp.). A identificação correta da espécie de cupim subterrâneo é ponto primordial para um controle adequado e eficaz. Quando há realização de barreira química não é comum observarmos atividades de cupins operários tanto tempo após a aplicação. Se a barreira foi feita há um mês e a praga ainda demonstra atividade talvez houve alguma falha no processo de controle.

O ataque de cupim de madeira seca pode ser detectado através das fezes dessa praga: pequenas bolotas fecais da cor da madeira infestada, expelidas de orifícios na madeira infectada. O cupim de solo confecciona túneis de terra para deslocamento de seus operários do ninho até a fonte de alimento. Nos ataques dessa espécie não se observam a presença de fezes expelidas.

Como já lhe dissemos, Ricardo, passar querosene no piso de madeira irá espantar os cupins do piso, mas não eliminá-los. Eles continuarão a buscar alimento em outras áreas da casa, inclusive nos móveis.

Sobre as revoadas há sim possibilidade de surgirem de pontos elétricos caso existam reprodutores nesta área (comunicação com ninho).

2 comments:

  1. Ângela Márcia Herdy

    Bom dia! É possível que haja infestação de cupins subterrâneos até mesmo debaixo do piso de cerâmica ?
    Meus pais se mudaram no mês de abril para uma casa que. Eles compraram , e a partir do mês de setembro começou a sair essas larvas debaixo da cerâmica do corredor e da garagem na frente da casa.
    A casa deles é Muito limpa, pois minha mãe tem compulsão por limpeza, mesmo estando com sua saúde abalada!
    Eu li a dúvida de um rapaz sobre cupins e a sua resposta. Devo fazer o mesmo procedimento ?
    E como faz essa tal barragem?
    Espero que nos ajude, pois meus pais são idosos e estão cansados e aborrecidos com tudo isso.
    Desde já agradeço
    Ângela.

    Reply
    1. Dedetização Insetan

      Oi Ângela!

      Por descrição é bem complicado a identificação de espécies. De modo geral, cupins subterrâneos se alimentam de materiais celulósicos, como madeira e papel. Para a locomoção, os mesmos constroem túneis pois, temperaturas elevadas, alta luminosidade e baixa umidade são fatores prejudiciais a estas espécies, por este modo, os indivíduos são observados apenas no interior destes túneis, podendo excluir a possibilidade de se tratar de cupins já que dificilmente estes animais ficariam tão exposto, além de que a forma larval em cupins são ausentes. A recomendação é agendar uma análise de amostra das ‘larvas”. Você pode agendar através do telefone (31) 3423 2500. Pode ser necessário a realização de um serviço profissional de desinsetização.

      Reply

Deixe seu comentário

+ 64 = 68