Escorpiões e Cupins são preocupações durante as estações quentes

Escorpiões e Cupins são preocupações durante as estações quentes

O período de reprodução dos animais está começando. O aumento das temperaturas é quem sugere este indicador de que, em breve, algumas pragas urbanas como baratas, formigas escorpiões e cupins possam trazer incômodos.

Segundo o site especializado em cuidados com casas e condomínios, SindicoNet, o ideal é que condomínios “mantenha um contrato de manutenção com a empresa de controle de pragas urbanas. Dessa forma, o empreendimento estará sempre resguardado em casos de uma infestação, por exemplo”, explica. O conselho se aplica também a comercios e indústrias.

O mês de outubro, que segundo a meteorologia promete temperaturas recordes, é o período crucial para a realização de processos preventivos contra estas pragas. “é durante a primavera, afinal, que cuidados desse tipo devem fazer estar em pauta e não devem ser esquecidos ou deixados de lado”, diz o site.

Além dos escorpiões, que são a principal preocupação, pelo risco que oferecem à segurança e saúde das pessoas, os cupins também atraem a atenção de donos de imóveis e dos síndicos.

Eles são capazes de atacar paredes, móveis de madeira, livros, roupas ou qualquer outro objeto que tenha celulose. Nesta época do ano, influenciado pelas condições climáticas, se reproduzem e, com asas, migram para regiões distantes para fundar novas colônias.

Saiba mais sobre a revoada dos cupins
Identifique ataques de cupins em seu imóvel
Palavra de Especialista: como acabar com cupins subterrâneos
Tem cupim na minha casa nova?

Prevenção

Para que seja efetivo, é recomendado que o controle de insetos seja feito antes de período de reprodução. Veja outras dicas para se tomar, de acordo com o site SindicoNet.

  • O período entre outubro e novembro é o mais indicado para ações preventivas contra proliferação de pragas urbanas como baratas, formigas, cupins, mosquitos e ratos nos condomínios. Como já explicamos, é justamente nessa época, na primavera e também no início do verão, em que ocorrem os acasalamentos e a formação de novas colônias.
  • O ideal é que se faça a aplicação dos inseticidas e raticidas antes que os bichos comecem a se multiplicar, trabalho que deve ser realizado por especialistas em controle de pragas urbanas.
  • É importante fazer a ações preventivas, já que produtos de qualidade têm duração de, no máximo, três meses.
  • Também é com esta frequência (três meses) que é recomendado a realização de desinsetização das áreas comuns de condomínios em residências e geral.

Deixe seu comentário

79 - 72 =