Baratas sobem pelas pernas e costas de passageira em ônibus infestado

Baratas sobem pelas pernas e costas de passageira em ônibus infestado

A professora Maria de Fátima conta que um funcionário da empresa que estava no coletivo riu e debochou da situação

Rio – Baratas subindo pelas pernas e costas de passageiros de ônibus. O que mais parece a descrição de um filme de terror, ocorreu na linha de ônibus 709 (Cascadura – Amarelinho), da empresa Três Amigos.

O caso foi denunciado pela professora Maria de Fátima, de 62 anos, que voltando do trabalho nesta sexta-feira passou pela situação grotesca. De acordo com ela, o coletivo estava infestado de baratas subindo pelos bancos dos passageiros e também saindo de dentro de buracos nas espumas das poltronas.

Conforme disse através do WhatsApp do DIA (98762-8248), ela entrou no ônibus em Madureira e, ao sentar, vários insetos subiram pelas suas pernas e outras pessoas tiveram que ajudar a tirar as baratas que já tinham chegado às costas da docente.

“Um absurdo! As baratas começaram a subir pela cadeira, o veículo estava realmente lotado de insetos. Algumas pessoas que estavam em volta começaram a me ajudar a espantar algumas das minhas costas. Depois disso, fiz praticamente toda a viagem em pé”, contou.

De acordo com a docente, um funcionário da empresa que estava no ônibus ficou rindo e debochando da situação.

“Ele ficou rindo de mim e debochando do que estava acontecendo. Ele disse: “Deixa as baratinhas, elas estão só passeando”. E ainda completou: “Cadê o pessoal do ‘zap zap’ pra gravar”, contou indignada a professora.

Segundo ela, é comum aparecerem algumas baratas na linha de ônibus. Só que dessa vez foi um caso muita grave, disse ela, já que muitos insetos subiram em suas pernas e saíam de dentro da cadeira que estava rasgada.

“Às vezes pego esse ônibus em direção ao trabalho e ele vem da garagem vazio e totalmente molhado por dentro. As pessoas evitam sentar nas cadeiras e por isso fazem a viagem em pé”, finalizou.

Procurada, a Rio Ônibus, informou ao DIA que não havia ninguém que pudesse responder pela comunicação nesta sexta-feira. A Secretaria Municipal de Transportes prometeu acionar a fiscalização do órgão na segunda-feira.

Fonte: O Dia 

Deixe seu comentário

92 - = 88