Por que a dedetização é importante também no inverno?

Por que a dedetização é importante também no inverno?

O inverno chegou. Prova disso é que, além do despertador, quem vem nos acordar pela manhã é aquele ventinho gelado. É a estação para tirar os casacos, cachecóis, botas e pantufas dos armários. Os arrepios são constantes. A ideia de que dedetizar é algo desnecessário, também. Isso porque há outra particularidade do inverno que não deixamos de reparar: já percebeu que, nesta estação, alguns insetos parecem desaparecer?

Mas veja bem. Eles PARECEM desaparecer. Explicamos: isso acontece porque, assim como o nosso, o metabolismo dos insetos tem a peculiaridade de demandar temperaturas ideais de funcionamento. Essa temperatura é conhecida como “temperatura ótima” e está relacionada a um conjunto de mudanças nos corpos dos insetos como a taxa de respiração ou o desenvolvimento dos órgãos reprodutores.

Alguns animais, sempre aparecem na primavera e no verão. Mas no outono e agora, no inverno, eles parecem sumir. Mas ao contrário do que prega o senso comum, esses insetos não deixam de existir. Na verdade, eles continuam por aí, só que de um jeito diferente. Mas no outono e agora, no inverno, eles parecem sumir. Mas ao contrário do que prega o senso comum, esses insetos não deixam de existir. Na verdade, eles continuam por aí, só que de um jeito diferente.

O que acontece é que eles estão envolvidos em um processo chamado diapausa, uma espécie de “hibernação” no qual o metabolismo do inseto diminui. Isso não significa que o inseto deixe de se mover ou entre num tipo de coma, mas sim há uma desaceleração biológica no seu organismo. Nesta fase, estes insetos alojam-se sob folhas secas, lá permanecendo até a primavera.

Deixe seu comentário

18 - = 17