O perigo da aranha marrom

O perigo da aranha marrom

As aranhas formam um enorme grupo de aracnídeos no mundo animal. Atualmente, existem aproximadamente 35000 espécies de aranhas. A maioria das espécies são inofensivas, uma vez que possuem toxinas inofensivas ao ser humano. Mas isso não significa que acidentes graves envolvendo esses animais não ocorram. Algumas espécies, como a aranha marrom, podem causar danos à saúde de quem levar uma picada.

Em geral, a aranha marrom vive em vários tipos de locais como pedras, tijolos, frestas de portas e janelas, rodapés, no meio da grama e até nas cascas das árvores. Uma vez dentro da residência, a aranha encontra algum lugar escuro e seco como porões, forros, armário, estante de livros, caixas de papelão ou sótãos e encontram ali um habitat. Essas aranhas não costumam ser agressivas, mas podem, numa picada, disseminar no corpo da vítima uma toxina bastante perigosa e debilitante. Sua picada é quase indolor e só apresenta sintomas de 12 a 24 horas depois. Entre os sinais estão: inchaço, bolhas dor e necrose.

É importante ressaltar que a melhor forma de prevenir acidentes com a aranha marrom é lançar mão do controle químico feito por profissionais. Procure uma dedetizadora de confiança para ajudar você a lidar com essa ameaça.

Deixe seu comentário

- 4 = 3