20cm rasos

20cm rasos

Há quem prefira ficar em casa assistindo a um filme ou simplesmente dormindo. Não o Exterminador. Pelo menos nesta noite de sexta em que se passa a história. O tempo dava sinais de queda na temperatura, o que o fez pensar que deveria aproveitar o clima ameno e agradável enquanto havia tempo.
Enquanto andava pela avenida, sentia os aromas que saíam dos bares e restaurantes. Um por um, iam saindo e se misturando com o cheiro das casas do outro lado do canteiro central. Dava quase para sentir o gosto daqueles temperos. Depois de demorar um bom tempo para decidir qual a melhor pedida, entrou numa pequena portinhola de madeira que dava para um salão rusticamente decorado. O lugar tinha um cheiro de ervas, temperos, pimenta e especiarias orientais.

No cardápio, uma variedade imensa de caldos e sopas. Doces e salgados, quentes e frios. O Exterminador salivou, não sabia o que pedir primeiro. Percorreu o menu com os olhos e acabou pedindo tudo em dobro. O garçom anotou e seguiu para o balcão. Mas antes que pudesse entrar na cozinha, foi interrompido por uma senhora um tanto zangada.

A discussão corria solta enquanto os presentes voltavam, um a um, a atenção para os dois na tentativa de entender o que acontecia. O problema era a sopa, ela dizia. Parece que uma mosca decidiu cumprir à risca o famoso refrão de Raul Seixas. Como se não pudesse evitar, o Exterminador se levantou e foi até a mesa da senhora que fotografava o prato “para ilustrar a queixa”.

Quando olhou para o prato, porém, não viu o que esperava. Não havia apenas uma mosca. Havia muitas moscas numa reunião estranha. Algumas na borda do prato enquanto outras em seu interior, nadavam ordenadamente de um canto a outro da sopa. O Exterminador se deteve por um momento para pensar no que via. até que finalmente entendeu do que se tratava: em tempos de Olimpíadas, as moscas tiveram a boa ideia de promover um campeonato de natação. Naquela bela “piscina olímpica”, o espaguete servia como raia.

 

– De volta ao trabalho- suspirou.

Deixe seu comentário

67 - = 57