População de polinizadores está em declínio no mundo

População de polinizadores está em declínio no mundo

O número de abelhas e de outros insetos polinizadores está diminuindo no mundo. Os polinizadores são importantíssimos para a agricultura, uma vez que esses animais fazem o transporte de células reprodutivas masculinas das plantas, levando-as até as células femininas e possibilitando a fecundação, formando sementes e frutos. O melão, a maçã, a goiaba, o café, a produção de sementes como a soja dependem dessa atividade ecológica. A diminuição da população desses animais poderá causar, no Brasil, uma perda de 16,5 a 51 milhões de toneladas de produtos agrícolas, o que corresponde em cifras, hoje, a um prejuízo de US$ 4,9 bilhões (R$ 16,6 bilhões) a US$ 14,6 bilhões (R$ 49 bilhões). Mudança do uso da terra, alterações climáticas, e o uso incorreto de inseticidas e pesticidas são as razões apontadas para o declínio dos polinizadores. A manutenção de uma área da mata nativa junto à propriedade para que alguns polinizadores como abelhas, mariposas, borboletas possam ser preservados são algumas das medidas apontadas pelos cientistas para conter essa situação. Atenuar os efeitos do clima causados pelo homem e desenvolver defensivos agrícolas e estratégias que não afetem os polinizadores são outras soluções defendidas por pesquisadores e ambientalistas.

Fonte: O Eco

Deixe seu comentário

27 - 20 =