Aedes aegypti pode transmitir outra doença além de dengue e febre amarela

Aedes aegypti pode transmitir outra doença além de dengue e febre amarela

Em alguns locais do Brasil as chuvas de Verão se atrasaram um pouco esse ano e estão chegando no Outono. Nem por isso os cuidados devem ser adiados, principalmente após a recente descoberta do Instituto Oswaldo Cruz de que o mosquito Aedes aegypti pode transmitir outra doença além da dengue e da febre amarela.

Conhecida como febre chikungunya a doença circula em outros países e já teve casos registrados no Brasil em 2010. Esse foi o ponta-pé inicial para os pesquisadores investigarem a transmissão da febre. Felizmente as pessoas infectadas contraíram a doença no exterior e ela até hoje não se espalhou por aqui. Mas não custa ficar atento à prevenção e combate ao mosquito, né? Além disso os sintomas são semelhantes ao da dengue, o que exige cuidado redobrado.

info_aedes_nova-doenca Aedes aegypti pode transmitir outra doença além de dengue e febre amarela Notícias Pragas Prevenções

O surto da febre chikungunya no Caribe (país tropical como o Brasil e relativamente próximo), o aumento do fluxo de turistas por ocasião da Copa e a possibilidade de transmissão por um mosquito que já existe por aqui são fatores que preocupam os cientistas. E o cuidado deve ser redobrado porque outro mosquito também pode transmitir a febre, o Aedes albopictus. Ao contrário do aegypti, esse não se reproduz em água parada dentro de casa (como a dos pratos de vasinhos de plantas), mas em quintais, matas e parques. Então se seu bairro possui muitos lotes vagos com vegetação abundante fique atento! Acione a prefeitura local para que os lotes recebam vistorias e os proprietários sejam notificados para manterem o local sob controle.

Com informações do site Estadão.

Deixe seu comentário

3 + 5 =