DICAS PARA PRESERVAR AS ABELHAS

DICAS PARA PRESERVAR AS ABELHAS

Você pode não saber, mas, inconscientemente, acabamos declarando guerra às abelhas. E viemos fazendo de tudo para vencer uma guerra em que os principais prejudicados seremos nós mesmos. A destruição do habitat, o superdesenvolvimento das cidades que invadem áreas de campo e o encolhimento da diversidade da flora nativa, que serve de alimento para esses insetos, vem fazendo com que as populações de abelhas encolham ano após ano em todo o mundo. Acontece que esses insetos, ao contrário de outros que representam perigo para os seres humanos (como os mosquitos e baratas, que transmitem doenças, por exemplo), são sinônimo de vida para nós. As abelhas são as principais polinizadoras, responsáveis por uma parcela considerável da produção de alimento no planeta, como já explicamos previamente, no Blog da Insetan.

 

Leia: Extinção de abelhas pode matar 1,4 milhões de pessoas

 

Mas não fiquemos parados observando o problema que já atinge muitas pessoas ao redor do mundo, arregacemos as mangas e façamos a diferença. Se você é um jardineiro, ou tem um pequeno pedaço de terra (como um jardim ou quintal, por exemplo) já pode ajudar! Aqui estão 8 dicas listadas pelo site americano about.com, que pode salvar as abelhas e, consequentemente, preservar nossas vidas.

 

 

  • Dê preferência para o cultivo de plantas que floresçam do início da primavera até o outono. É este o segredo para fazer as abelhas nativas de sua região felizes durante todo o ano. Todas as abelhas necessitam de pólen para viver, e se elas não conseguem, partem para outras regiões. No entanto, algumas espécies iniciam este processo de coleta na primavera, enquanto outras desempenham demais tarefas nesta época do ano e iniciam a polinização em mais tarde, no verão ou início do outono.
  • Reduza o uso de barreiras de plantas daninhas. Muitas pessoas utilizam barreiras, telas de tecido ou plástico no solo para evitar que as ervas daninhas nasçam e atrapalhem o jardim. No entanto, isso impede que as abelhas consigam chegar até o solo, pois elas não conseguem romper essa barreira e alcançar a superfície do solo. Uma solução para as ervas daninhas é utilizar jornais, que vão biodegradar ao longo do tempo.
  • O mesmo se aplica à “palha”.  Muitos jardineiros amam utilizar a palha que, além de proteger, fertilizam arbustos e os deixa com um bonito aspecto. Mas pense sobre a perspectiva de uma abelha. Aquelas que precisam cavar o solo para estabelecer residência, podem se sentir desencorajadas a fazê-lo em seu quintal. Se, mesmo assim, quiser utilizar este tipo de material, por favor, não cubra tudo!

 

rubber-tire-mulch4 DICAS PARA PRESERVAR AS ABELHAS Curiosidades Notícias

 

  • Deixe algumas áreas que pegam sol, em seu quintal, livres de vegetação. Algumas espécies de abelhas nativas fazem seus ninhos no chão. Elas buscam áreas livres de vegetação para nidificarem. Deixe algumas áreas abertas para que elas possam utilizar, assim, não precisarão “viajar” para polinizar suas flores. As abelhas gostam de sol!
  • Cuidado com a utilização de pesticida! Este deveria ser o primeiro item, certo? Pesticidas químicos utilizados indiscriminadamente por não profissionais podem impactar negativamente as populações de abelhas. Se precisar controlar as pragas em seu jardim, confie em profissionais que podem utilizar métodos de controle biológico (naturais) para incentivar predadores benéficos a ficarem pela região do seu quintal e se alimentarem de insetos e outras pragas que tanto te incomodam.
  • O mesmo se aplica para os herbicidas. As abelhas não tem preconceitos, elas não discriminam o pólen vindo de plantas “nobres” das ervas “daninhas”. Muitas destas plantas, pelo contrário, são ótimas fontes de alimento para elas.
  • Algumas folhas espalhadas no quintal não fazem mal a ninguém. As abelhas não gostam de ficar expostas e utilizam as folhas para se camuflarem. Por isso, pelo menos por algum tempo, deixe as coisas acontecerem como a mãe natureza pretendeu.

 

Não corte o gramado com tanta frequência. As abelhas gostam de passear pelo gramado. Especialmente em dias quentes e em tardes ensolaradas. Muitas ervas consideradas “daninhas” são boas fontes de néctar e pólen. Aparar a grama frequentemente dá um visual todo especial para a área, mas mata as abelhas que estão na grama além de exterminar plantas que as alimentam. Tente deixar o gramado crescer um pouco mais antes de cortar e, quando for aparar a grama, faça em dias nublados, no início da manhã ou no fim da tarde, quando o ar está mais fresco.

Deixe seu comentário

+ 88 = 98