O combate aos cupins subterrâneos com o Sistema Sentricon

O combate aos cupins subterrâneos com o Sistema Sentricon

Seja na área urbana ou na zona rural, os cupins são o tipo de praga que representa mais prejuízos às pessoas de acordo com estatísticas americanas. Nos Estados Unidos, estima-se que os cupins danifiquem cerca de 2 milhões de casas por ano, provocando prejuízos que podem chegar aos 5 bilhões de dólares.

No Brasil, ainda não existem estatísticas sobre esse assunto, no entanto é fácil perceber a ação dos cupins em nossas cidades.

De acordo com a Bióloga, especialista em Controle de Pragas e responsável técnica da Insetan, Viviane Avelar, os cupins podem danificar construções mesmo que a base de sua alimentação seja a celulose. “Eles podem causar prejuízos consideráveis em toda a edificação, por isso é necessário ter um tratamento diferenciado”, explica a técnica.

– Eliminação dos cupins

O controle desses insetos é um desafio de grande complexidade e que já foi alvo de muitas pesquisas para torná-lo mais eficiente. Um dos motivos é que, mesmo que uma colônia tenha sido totalmente eliminada, é provável que, em pouco tempo, outros indivíduos ocupem o espaço e formem uma nova comunidade de cupins. Por isso, a necessidade do constante controle. Hoje em dia, as técnicas são mais eficientes e acabar com uma colônia de cupins não representa uma dor de cabeça tão grande quanto já foi um dia.

A especialista em Controle de Pragas explica que um dos métodos mais eficientes utilizados pelos melhores profissionais para tratamento dessa praga é o Sistema Sentricon, que utiliza iscas para atrair os insetos. “A gente instala a isca e a colônia vai ser eliminada através da ingestão dela. Para isso, antes de mais nada, é necessário identificar exatamente qual a espécie de cupim está na edificação”, esclarece.

– Entenda o comportamento dos cupins

Antes de entender o funcionamento do Sistema Sentricon é importante entendermos um pouco sobre o comportamento dos cupins subterrâneos.

Imagem1-1024x576 O combate aos cupins subterrâneos com o Sistema Sentricon Dedetização Papo de Praga

Os operários são responsáveis por buscar alimento para toda a colônia. | Foto: divulgação Sistema Sentricon

Os cupins são insetos que vivem em colônias subterrâneas. Eles se organizam em sociedade de forma hierárquica. Cada camada dessa sociedade é responsável por um tipo específico de tarefa. Sendo assim, eles dependem uns dos outros para sobreviverem.

No topo dessa sociedade estão o rei e a rainha, que têm função reprodutiva e podem gerar milhares de outros cupins durante a vida.

Os soldados, são responsáveis pela proteção da colônia contra invasores como as formigas, por exemplo.

Os reprodutores são os cupins que têm asas. Quando adultos, eles saem da colônia para começarem novas colônias. É comum encontrarmos mais de uma colônia competindo por comida dentro de uma mesma propriedade.

Os operários são os responsáveis pela alimentação de toda a colônia. Eles trabalham 24 horas construindo túneis que ligam as colônias até as fontes de comida que encontram. Além disso, eles transmitem, nesses túneis, um feromônio que serve para avisar os outros cupins operários da existência de alimento.

– O Sistema Sentricon utilizado no combate dos cupins

Uma vez constatada que se trata de um cupim subterrâneo, um técnico da Insetan vai examinar as pistas deixadas pelos insetos na madeira danificada (em portas, nos armários, no telhado e estruturas da casa) com o intuito de identificar o melhor local para se instalar as iscas que ficam dentro de Estações de Monitoramento Sentricon.

As iscas atuam no organismo dos cupins operários, que buscam alimento, e influenciam diretamente todo o comportamento biológico deles, eliminando-os.

Uma vez que os operários são eliminados, as outras castas da sociedade dos cupins que formam as colônias terão dificuldades na coleta de alimento, e vão sendo eliminadas por consequência da ação da isca.

 

Deixe seu comentário

25 - 23 =