Cuidados com idosos durante dedetização de residências

Cuidados com idosos durante dedetização de residências

Idosos, crianças, e outras pessoas que tenham histórico de alergias compõem um “público de risco” durante procedimentos de dedetização – estas pessoas podem apresentar maior sensibilidade aos produtos que, por ventura, sejam utilizados durante certos tipos de controle de pragas. E quais os cuidados que devem ser tomados para ampliar a segurança de sua família? É o que trataremos neste post.

Segundo a Bióloga e Responsável Técnica da Insetan, Viviane Avelar, pessoas alérgicas, crianças, idosos, gestantes, animais domésticos e plantas sensíveis devem permanecer fora do ambiente controlado por um período mínimo de 24 horas. As demais pessoas, por um período mínimo de 4 horas.

Mas não há necessidade de paranóias! Nem todos os trabalhos de dedetização utilizam produtos químicos que apresentam riscos de intoxicação. É o caso das iscas secas, por exemplo. Este produto não oferece nenhum tipo de perigo à pessoas ou aos animais de estimação. No entanto, a bióloga recomenda que, nestes casos, crianças ou animais de estimação não estejam presentes no momento da aplicação.

Quando a pulverização de produtos é necessária, não é aconselhado a presença de pessoas no ambiente. Existem linhas de produtos de dedetização usados especificamente em casos em que existam Idosos e outros grupos de pessoas com mais sensibilidade. Estas pessoas necessitam da aplicação de venenos menos agressivos, que possuem um preço diferenciado mas, que são essenciais para o bem estar delas.

Lembre-se sempre de avisar sua dedetizadora sobre a faixa etária das pessoas que frequentam o local a ser dedetizado já no primeiro contato com sua prestadora de serviços.

Deixe seu comentário

+ 64 = 68