Formigas plantavam as suas próprias culturas de fruta muito antes dos humanos

Formigas plantavam as suas próprias culturas de fruta muito antes dos humanos

A formiga do Fiji começou a plantar as suas próprias culturas de frutas há 3 milhões de anos, muito antes da evolução da agricultura humana. A formiga – Philidris nagasau – planta e colhe o fruto Squamellaria, que cresce nos ramos de várias espécies de árvores.

Primeiro, as formigas inserem as sementes da planta do fruto na casca da árvore. Os locais de plantio são constantemente “observados” e fertilizados pelos insetos. À medida que as plantas crescem, são formadas estruturas redondas e ocas à sua volta, onde as formigas vão acabar por habitar, ao invés de construir os ninhos. Quando a fruta nasce, as formigas comem o pomo e coletam as sementes para a agricultura futura.

Guillaume Chomicki e a sua equipa de investigação descobriram que cada colónia de formigas cultivava dezenas de plantas Squamellaria ao mesmo tempo, com caminhos que ligavam cada centro da cultivação.

mw-320 Formigas plantavam as suas próprias culturas de fruta muito antes dos humanos Curiosidades Notícias

GUILLAUME CHOMICKI, UNIVERSIDADE DE MUNIQUE

Os investigadores da Universidade de Munique na Alemanha descobriram ainda que este tipo de planta é completamente dependente das formigas, que plantam e fertilizam as sementes.

Ao mesmo tempo, as formigas Philidris nagasau não conseguem sobreviver sem a comida e o abrigo provido pelas plantas. O fenómeno de Fiji é o primeiro exemplo de formigas que plantam de uma maneira mutuamente dependente.

São poucas as outras espécies que plantam a sua própria alimentação. Por exemplo, o caranguejo Yeti – Kiwa hirsuta – cultiva bactérias nas suas próprias garras e as preguiças plantam jardins de algas no seu pelo.

Fonte: SIC Notícias

Deixe seu comentário

5 + 5 =