O animal mais mortífero para o Homem continua a ser o próprio Homem, mas entre os restantes seres do planeta, o mais perigoso para o ser humano está longe de fazer parte da lista de mais temidos.

Uma análise às causas de morte em todo o planeta revela como um pequeno inseto – o mosquito – pode ser responsável por mais de 500 mil falecimentos todos os anos.

Trata-se da segunda espécie terrestre mais mortífera depois do próprio ser humano, responsável por 558.133 mortes em 2012 (causadas por conflitos e atentados terroristas).

Um morto por minuto

As mortes causadas por mosquitos estão frequentemente relacionadas com doenças como a Malária, a Febre Amarela ou o Dengue.

Entre as 3500 espécies de mosquitos recenseadas no planeta, três variedades são consideradas as mais perigosas como o “Aedes” (transmite o Dengue, Febre Amarela e Zika); ou o “Culex” que transmite por exemplo a Febre do Nilo Ocidental.

A Malária, a doença mais mortífera provocada pela picadura de mosquito, foi responsável por mais de 584 mil mortes em 2013. A OMS (Organização Mundial de Saúde) estima que uma criança morra de Malária a cada minuto que passa,mesmo que o número de casos tenha caído para quase metade nos últimos 15 anos. A Febre Amarela, responsável pela morte de cerca de 50% das pessoas mais seriamente infetadas, provoca cerca de 30 mil mortes anuais.

Vermes: a ameaça escondida

Os vermes surgem em segundo lugar depois dos mosquitos, na lista de animais mais perigosos para o Homem – excluindo o porco, que provocou mais de 285 mil mortes durante a epidemia de gripe suína entre 2009 e 2010.

Os vermes são responsáveis pela morte de mais de 190 mil pessoas por ano, através de doenças gastro-intestinais, longe dos tubarões (6 mortes por ano), os tigres (100 por ano) ou os crocodilos (154 mortes por ano).

Este gráfico realizado em 2014, depois da “Fundação Bill Gates”=https://www.gatesnotes.com/Health/Most-Lethal-Animal-Mosquito-Week ter alertado para o perigo dos mosquitos, detalha o “top” dos animais mais perigosos do planeta para o Homem:

chartoftheday_2203_The_Worlds_Deadliest_Animals__n  Curiosidades
You will find more statistics at Statista

Cobras e serpentes, o “pecado” original

Se as doenças transmitidas por animais são as mais mortíferas para o ser humano – um milhão de mortes por ano – há um réptil cuja mordedura é de longe a mais perigosa de todas, a cobra, responsável por 94% das 107 mil mortes causadas por uma dentada de um animal.

Fontes: WHO, PAHO, DNDI, orphanet, Global Network neglected tropical diseases, CDC, Texas Health Dpt,PLOSNTD, Institut Pasteur, Australian Department of Health, Vision of humanity, Watson Institute for International and public affairs Brown University
Compilação de dados e gráficos 2 e 3 realizados pela redação digital da Euronews.

Notícia publicada no Euronews

Deixe seu comentário

5 + 3 =